OBJETIVO GERAL


OBJETIVO GERAL:
Evangelizar a partir de Jesus Cristo e na força do Espírito Santo, como Igreja discípula, missionária, profética e misericordiosa, alimentada pela Palavra de Deus e pela Eucaristia, à luz da evangélica opção preferencial pelos pobres, para que todos tenham vida (Jo 10,10), rumo ao Reino definitivo.


segunda-feira, 22 de novembro de 2010










Hoje Celebramos Santa Cecília
Padroeira da Música e dos Músicos



HISTÓRIA DE SANTA CECÍLIA – PADROEIRA DA MÚSICA

Santa Cecília nasceu pelo ano 161 ou 162. Segundo a antiga tradição, a santa pertencia a uma das principais famílias de Roma e que tinha consagrado a Deus sua virgindade. Seus pais a comprometeram em matrimônio com um jovem chamado Valeriano, mas mesmo sem seu consentimento a vontade dos pais prevaleceu vindo por se casar com seu prometido.

Estando só com o noivo, disse-lhe Cecília com toda a amabilidade e não menos firmeza: “Valeriano, acho-me sob a proteção direta de um Anjo que me defende e guarda minha virgindade. Não queiras portanto, fazer alguma coisa contra mim, o que provocaria a ira de Deus contra ti”. A estas palavras, incompreensíveis para um pagão, Cecília fez seguir a declaração de ser cristã e obrigada por um voto que tinha feito a Deus guardar a pureza virginal. Disse-lhe que a fidelidade do voto trazia a bênção, a violação, porém, o castigo de Deus. Valeriano vivamente impressionado com as declarações da noiva respeitou-lhe a virgindade, converteu-se e recebeu o batismo naquela mesma noite. Valeriano relatou ao irmão Tibúrcio o que tinha passado e conseguiu que também este se tornasse cristão.

O prefeito de Roma, Almaquio, tinha proibido sepultar os cadáveres dos cristãos. Mas Valeriano e Tiburcio se dedicaram a sepultar todos os cadáveres de cristãos que encontravam. Por isso foram presos. Levados ante o prefeito, que já tinha o conhecimento da conversão dos dois irmãos, lhes pediram que declarassem que
adoravam Júpiter. Eles defenderam sua fé e morreram mártires. Em seguida a polícia prendeu Cecília e lhe exigiu que renunciasse à religião de Cristo e que rendesse homenagens aos deuses. Ela declarou que preferia a morte que renegar a verdadeira religião. Então foi levada à um lugar determinado, mas falou aos soldados da beleza da religião de Cristo, que estes se declaravam a seu favor, e prometeram abandonar o culto dos deuses.

Almaquio vendo-se novamente frustrado com Cecília deu ordem para que fosse trancada em um forno quente para sufocar com os terríveis gases que saíam dali, mas em vez de asfixiar-se ela cantava alegre, e nada sofreu (possivelmente por isso a nomearam padroeira dos músicos). Visto que com este martírio não podiam acabar com ela, o cruel Almaquio mandou que lhe cortasse a cabeça, deram três goltes sem conseguir separar a cabeça do tronco. Cecília, ferida, caiu por terra e ficou três dias nesta posição. Aos cristãos que vinham visitar dava bons e carinhosos conselhos. Ao Papa entregara todos os bens, com o pedido de distribuí-lo aos pobres. Pediu também que a sua casa fosse transformada em Igreja, e logo depois veio a falecer (ano 176 d.c.).

Em 1599, por ordem do Cardeal Sfondrati, foi aberto o túmulo de Santa Cecília e o corpo foi encontrado intacto Foi construída uma estátua em mármore dela, que se conserva na igreja da Santa Cecília em Roma, isso justifica a consumação de seu pedido a Deus nos festejos do casamento, ouvindo o som dos instrumentos musicais, teria elevado o coração a Deus nestas piedosas aspirações: “Senhor, guardai-me sem mancha meu corpo e minha alma, para que não seja confundida.

Desde o século XV, Santa Cecília é considerada padroeira da música sacra. Sua festa é celebrada no dia 22 de novembro, dia da Música e dos Músicos.


ORAÇÃO À SANTA CECÍLIA

Santa Cecília, gloriosa Virgem e Mártir de Jesus Cristo, eu admiro a coragem com a qual você professou sua fé em face da perseguição severa, e o amor generoso com a qual oferecestes vossa vida como testemunha da vossa fé na Santíssima Trindade. Eu agradeço a Deus convosco pela graça maravilhosa que Ele derramou sobre você a fim de fazer a vossa vida santa e agradável a Ele, mesmo no meio de riqueza que era a vossa. Eu agradeço a Deus pelo privilégio oferecido a vós de receber a coroa gloriosa do martírio.

Santa Cecília, eu também admiro a pureza de amor que te uniu ao Salvador, que foi tão grande aos teus olhos que outra afeição humana, que declarastes a ti mesma diante dos inimigos da Igreja: Eu sou a esposa de meu Senhor Jesus Cristo! Orai por mim a fim de que imitando-te eu possa manter o meu corpo puro e minha alma santa, e que eu ame a Jesus com todo o meu coração.

Nestes momentos tão cheios de prazer buscando e com fé tão pequena, ensina-nos a professar nossa fé corajosamente, e desejar sacrificar-me na prática dela, para que o meu bom exemplo, possa levar outros a viver mais próximo de Cristo e da Igreja que Ele fundou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário