OBJETIVO GERAL


OBJETIVO GERAL:
Evangelizar a partir de Jesus Cristo e na força do Espírito Santo, como Igreja discípula, missionária, profética e misericordiosa, alimentada pela Palavra de Deus e pela Eucaristia, à luz da evangélica opção preferencial pelos pobres, para que todos tenham vida (Jo 10,10), rumo ao Reino definitivo.


quarta-feira, 13 de julho de 2011

Morre o maior especialista do país em canto coral sacro .



Faleceu por volta das 10h de segunda-feira, 11, no Hospital da Caridade de Florianópolis (SC), o integrante da Comissão de Música e Canto Litúrgico da arquidiocese de Florianópolis (SC) e considerado o maior especialista do país em canto coral sacro, o maestro José Acácio Santana.

O músico estava internado há 78 dias. Como câncer, não suportou o tratamento e veio a falecer pelo agravamento da doença, sobretudo nos pulmões.

O velório e enterro aconteceram às 9h da manhã de ontem, 12, com missa de corpo presente na igreja matriz da paróquia de São Pedro de Alcântara.

O assessor do Setor Música Litúrgica da CNBB, padre José Carlos Sala, lamentou a morte de José Acácio, ao mesmo tempo em que reconheceu o trabalho prestado por ele para a música litúrgica no Brasil.

“Estou profundamente triste com a notícia. É uma grande perda para a música litúrgica do Brasil. Inúmeras são as canções cantadas nas comunidades de todo o Brasil de autoria de José Acácio Santana. A CNBB reconhece e agradece a sua grande contribuição para a música litúrgica em nosso país”, disse o assessor.

“José Acácio Santana, com elevada sensibilidade e imaginação, exprimiu a beleza de Deus através da música e suas obras são alegria e esperança para o mundo! Que o Deus de bondade o acolha com cantos na festa do céu que nunca se acaba!”, completou o assessor de música litúrgica da CNBB.

Entre as obras litúrgicas de José Acácio, destacam-se “Alguém está nascendo – Advento e Natal”, “Aliança compromisso de amor – Coral Acorde Coração”, e “Cantos do Coração”, todos gravados pela Paulinas/Comep.

Biografia

José Acácio Santana, maestro, compositor, poeta e professor brasileiro. Dedicou sua vida a serviço do som e da palavra, ministério que deu início aos sete anos de idade. Mais de três mil obras constituem o saldo da vida artística deste músico e poeta de intensa e extensa capacidade produtiva.Consagrado internacionalmente, não fugia ao compromisso de servir, com sua arte, aos pequenos grupos artísticos e às comunidades. Pioneiro no Brasil nas composições litúrgicas pós Concílio Vaticano II, possuía a invejável unidade musical e literária em suas composições, onde convivem harmoniosamente o poeta e o músico, de maneira plena.

É nesta unidade, alimentada por uma profunda fé, que se encontra o segredo do sucesso e da aceitação incondicional de suas obras. Conhecido como o Missionário da Música, Acácio transformava seus talentos em frutos acessíveis a todos. Ele alcançou renome internacional, pela extensão e variedade da sua obra musical e poética, que abrange desde a canção infantil até a ópera e os oratórios eruditos.

Sua atuação na área cultural mereceu-lhe grandes homenagens, entre elas "Medalha do Mérito Coral Brasileiro", "Mérito Cultural da Universidade Federal de Santa Catarina", "Medalha do Mérito Anita Garibaldi", "Batuta de Ouro", "Cidadão Honorário" de mais de 30 municípios brasileiros. Atendeu a mais de 1500 corais brasileiros e vários de outros países. Só em Santa Catarina mais de 1000 grupos se beneficiam do seu trabalho. Grande parte de sua obra está gravada por Paulinas/Comep, com quem gravou 12 CDs.

Especialista em Canto Coral Sacro, José Acácio Santana era graduado em regência e composição em Colônia, na Alemanha. Desde 1962 Acácio trabalhou no incentivo do canto coletivo, e acessível ao público. Contava com seis cursos superiores em música, 900 obras ensaiadas, 10 discos produzidos, criação de mais de 200 corais, 3.000 concertos.

Fonte: CNBB Nacional

Nenhum comentário:

Postar um comentário