OBJETIVO GERAL


OBJETIVO GERAL:
Evangelizar a partir de Jesus Cristo e na força do Espírito Santo, como Igreja discípula, missionária, profética e misericordiosa, alimentada pela Palavra de Deus e pela Eucaristia, à luz da evangélica opção preferencial pelos pobres, para que todos tenham vida (Jo 10,10), rumo ao Reino definitivo.


quinta-feira, 28 de novembro de 2013

Xª ASSEMBLEIA DIOCESANA DE PASTORAL
Zé Doca, 20-24 de novembro de 2013

A nossa Assembleia começou bem antes do dia 20 de novembro. Foram feitas orações em todas as Paróquias e Comunidades; os convites chegaram pontuais; os padres escolheram as pessoas com cuidado...enfim as mais de 110 pessoas que estavam presentes eram e são a “nata da Diocese”; responsáveis e, já faz tempo, engajadas na vida das Paróquias. Estas presenças qualificadas garantiram pontualidade, atenção, desejo de avaliar, aprender e compromisso com os programas marcados.
Sentimos uma responsabilidade maior ainda neste ano de espera do novo Bispo. Por isso não tomamos grandes decisões, mas o serviço à Diocese continua: estamos com um Plano Diocesano de Pastoral a ser vivido durante os anos de 2011 a 2015. Por isso o levamos em consideração e retomamos o compromisso de vivenciá-lo nas atividades cotidianas de cada Paróquia.
“Como foi a Assembleia?” – me perguntaram  diversas pessoas.
“Foi boa” – respondi. De fato nunca ouvi responder de outro jeito quando se pergunta sobre o resultado de um encontro, de uma palestra ou de uma Assembleia. Sempre: “tudo bacana, tudo joia, tudo azul...”. A nossa Assembleia também foi tudo isso.
Acertamos “na mosca” o convite feito aos três assessores do estudo;
- a Irmã Maria Eugênia Lloris Aguado, da Comissão para o tema central da Assembleia Geral da CNBB em Aparecida: foi ela que nos apresentou e nos ajudou a entender melhor o texto da CNBB de Estudo n. 104, já trazendo para nós algumas novidades de melhoria do mesmo texto, oferecidas por pessoas ou Dioceses ou paróquias ou  Comunidades... Valeu, Irmã, a sua vinda nestas terras; a senhora se tornou amiga e companheira. A nossa colaboração para com o texto não foi grande, mas achamos que algumas coisinhas podem ser levadas ao novo texto e podem enriquecê-lo. E lá se foi o primeiro dia. Obrigado, Irmã.
-  o senhor Joilson Costa – a ele não faltam as palavras – nos ofereceu uma visão internacional, nacional e até local das coisas que acontecem: uma análise de conjuntura inteligente, preparada, atual, documentada e vivaz. Obrigado, amigo, pela amizade que dura no tempo.
- Padre Abas é “prata da casa”: para ele ficou a tarefa de analisar – mas o tempo foi pouco mesmo – a realidade da nossa Diocese. Nela aconteceram e acontecem ainda tantas coisas, a bem pensar e refletir, que nem sempre  sabemos ver e julgar, muito menos agir para melhorar a situação. E lá se foi o segundo dia. Obrigado, Padre Abas, pelo serviço.
            Aproveitamos o tempo para conhecer o conteúdo do I° Encontro da Igreja Católica da Amazônia Legal. Padre Paulo Ricardo e Dom Carlo trouxeram de Manaus (AM) conteúdo, fotos e vídeos. Nós também ficamos conhecendo melhor os grandes problemas da Amazônia tais como: os grandes projetos do Governo; a realidade indígena daquelas terras; o tráfego de pessoas e de órgãos humanos que lá (e não apenas lá) existem; o desmatamento que não termina nunca; ad dificuldades da Igreja na Amazônia (pobreza material, faltas de evangelizadores; falta de Seminários e Universidades; viagens pelos rios infinitos daquele lugar...e a teimosia cristã de Padres, Bispos, Religiosos/as, Leigos em cortar essas terras levando a Palavra de Deus entre mil dificuldades... Foi bem-vinda a carta do Papa Francisco: ela nos animou e nos deu coragem. O Papa está ao nosso lado e se preocupa com a Amazônia, pois ele disse: “Não podemos perder a Amazônia... Não deixem que roubem a Amazônia!!!”

O dia 24, pela manhã, paramos para programar algumas atividades, poucas e as mais importantes, para o ano de 2014. As Celebrações da Palavra e as Santas Missas que acompanharam o tempo da Assembleia nos garantem a bênção do Bom Deus, pois foi ele que nos chamou e nos enviou. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário