OBJETIVO GERAL


OBJETIVO GERAL:
Evangelizar a partir de Jesus Cristo e na força do Espírito Santo, como Igreja discípula, missionária, profética e misericordiosa, alimentada pela Palavra de Deus e pela Eucaristia, à luz da evangélica opção preferencial pelos pobres, para que todos tenham vida (Jo 10,10), rumo ao Reino definitivo.


quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

50 anos de Ordenação sacerdotal 
de Dom Walmir Alberto Valle. 
Visita à Diocese de Zé Doca 
“O mundo dá muitas voltas” e, quase sem perceber, no momento certo e mais oportuno, organiza encontros ou reencontros que fazem bem à alma.
Foi assim para a Diocese de Zé Doca nos dias passados; uma verdadeira graça de Deus. Dom Walmir, bispo emérito da Diocese de Joaçaba (Santa Catarina) e, por 17 anos, bispo diocesano da Diocese de Zé Doca, voltou a encontrar o povo de Deus destas terras. Ocasião: se passaram 50 anos desde o dia da sua Ordenação sacerdotal em Turim (Itália).
Três momentos significativos marcaram esta volta: cada momento num dos setores ou áreas pastorais da Diocese.
  1. Dia 12 de dezembro: muitas homenagens na confraternização durante o almoço no Centro Pastoral e, à noite, ao partir o bolo, no salão paroquial. Mas o momento forte foi a Celebração da Santa Missa na Catedral de Santo Antônio:
    transmissão televisiva ao vivo; Catedral superlotada; presença do povo das paróquias do Setor I: Bom Jardim, Newton Bello, Zé Doca, Araguanã e Nova Olinda do Maranhão. Todo mundo atento e abraçando o festejado; sorrisos e gargalhadas ao lembrar fatos “antigos”.
  2. Dia 14 de dezembro: em praça pública, a homenagem foi na Paróquia de Governado Nunes Freire. Almoço nas dependências da Paróquia.
    Missa ao ar livre na praça da cultura. Alegria ao som de músicas dos nossos cantores e de artistas convidados. 
    Presença maciça do povo do Setor II, Santa Luzia do Paruá, Presidente Médice, Maranhãozinho, Governador Nunes Freire, Maracaçumé, Centro do Guilherme, Centro Novo do Maranhão e Boa Vista do Gurupi unido ao povo de Junco do Maranhão.
    A festa uniu também as homenagens a quatro Padres ordenados vinte anos atrás por Dom Walmir: Pe. Abas, Pe. Ednaldo, Pe. Romildo e Pe. Francisco. A noite foi curta para expressar tanta alegria.
  3. Dia 15 de dezembro: as Paróquias do Setor III-Litoral (Carutapera, Luís Domingues, Godofredo Viana, Cândido Mendes e Amapá do Maranhão) fizeram a festa solene na Celebração da Santa Missa na Matriz de Cândido Mendes e, após, na quadra do Salão paroquial, superlotada ao repartir o bolo de 50 quilos, um quilo para cada ano de sacerdócio. Na mesma ocasião foi homenageado Pe. Romildo pelos seus vinte anos de vida sacerdotal.

Tudo foi bom e graça de Deus. Muita participação, muitas lembranças de Dom Walmir contidas nos dois livros por ele escritos e autografados e nos encontros com os amigos de longa data.
Estes encontros, raros infelizmente, além de trazer lembranças, esquentam o coração de adultos e de jovens e reavivam na caminhada cristã.
O Advento, tempo de espera de Jesus, filho de Deus e filho de Maria, adquire um significado especial. Somos, de fato, todos enviados por Ele ao mundo para anunciar a alegria da libertação e do amor do Pai.
O Bispo cumpre esta missão de maneira especial e mais plena.
Desejamos a Dom Walmir, em nome da Diocese de Zé Doca, ainda muito mais sucesso, um Feliz Natal e um Ano Novo transbordante de coisas boas. Parabéns e obrigado, Dom Walmir.

Por Dom Carlo Ellena, bispo da Diocese de Zé Doca

Nenhum comentário:

Postar um comentário