OBJETIVO GERAL


OBJETIVO GERAL:
Evangelizar a partir de Jesus Cristo e na força do Espírito Santo, como Igreja discípula, missionária, profética e misericordiosa, alimentada pela Palavra de Deus e pela Eucaristia, à luz da evangélica opção preferencial pelos pobres, para que todos tenham vida (Jo 10,10), rumo ao Reino definitivo.


terça-feira, 11 de novembro de 2014

ATA DE POSSE E DE INÍCIO DO SERVIÇO PASTORAL EPISCOPAL DO BISPO DOM JOÃO (JAN) KOT, OMI NA DIOCESE DE ZÉ DOCA (MA)



 Aos 8 (oito) dias do mês de novembro do ano de 2014 (dois mil e catorze), às 19:00 horas, na praça da Catedral de Santo Antônio preparada para o acontecimento, houve a Solene Concelebração da Eucaristia, durante a qual  Dom João (Jan) Kot, OMI tomou Posse da Diocese de Zé Doca e iniciou o Serviço pastoral episcopal. O Povo era muito numeroso vindo de todas as Paróquias, Comunidades e povoados da Diocese de Zé Doca e das Dioceses vizinhas tendo uma representação dos amigos de Dom João vindos de Pernambuco, Piauí e São Paulo. A multidão estava muito animada e empolgada.  Na Praça a missa foi transmitida ao vivo pela Rede Vida de Televisão (canal 12); foram instalados dois telões na praça para melhor acompanhar a Celebração. Notamos a presença de quase todos os Bispos do Regional Nordeste 5 (Maranhão) e, quem não participou, apresentou as suas justificativas: Dom José Belisário da Silva, OFM, Arcebispo de São Luís e Vice-Presidente da CNBB nacional; Dom Gilberto Pastana de Oliveira, Bispo de Imperatriz e Presidente do Regional NE 5 da CNBB – MA; Dom Sebastião Lima Duarte, Bispo de Viana e originário da Diocese de Zé Doca; Dom Vilsom Basso scj, Bispo de Caxias do Maranhão; Dom Armando Martín Gutiérrez, FAM, Bispo de Bacabal; Dom Elio Rama, IMC, Bispo de Pinheiro, Dom Sebastião Bandeira, Bispo de Coroatá; Dom Xavier Gilles de Maupeou d’Ableiges, Bispo Emérito de Viana; Dom Walmir Alberto Valle, IMC, Bispo Emérito de Joaçaba-SC; Dom Eduardo Zielski, Bispo de Campo Maior-PI; Mons. Tomasz Grysa, representante da Nunciatura Apostólica no Brasil, o Padre Provincial dos Oblatos de Maria Imaculada, Padre Francisco Rubeaux, junto com outros Padres da mesma Congregação; diversos Padres amigos do Bispo Dom João; notamos a presença de todos os Padres do Presbitério de Zé Doca, numerosos Religiosos e Religiosas da mesma Diocese junto com Padres, Religiosos e Religiosas vindos de outras Dioceses e amigos do novo Bispo; notamos também a presença de autoridades do Poder governativo, legislativo, Poder Judiciário e autoridades militares.
Ao chegar à porta da Catedral Dom João foi recebido por Dom Carlo Ellena que lhe apresentou o Crucifixo para beijar, lhe entregou o aspersório com o qual Dom João aspergiu a si e aos presentes. Dom João foi conduzido por Dom Carlo à Capela do Santíssimo Sacramento, onde ficaram alguns minutos em Adoração. Na Catedral já se encontravam os Bispos e Padres concelebrantes prontos para sair em procissão rumo ao lugar da Celebração na parte externa do Templo. A procissão saiu da Catedral e dirigiu-se ao palco preparado na Praça da Catedral cantando “Igreja Santa, Templo do Senhor...”. Depois da saudação inicial ao povo de Deus reunido, feita pelo Bispo Dom Carlo Ellena e a apresentação dos Bispos Concelebrantes, houve a apresentação da Bula Papal de nomeação do novo Bispo ao Colégio dos Padres Consultores e a leitura da mesma feita por parte do Vigário Geral e Pároco da Catedral Monsenhor Raimundo Brito dos Santos. Logo após Dom Carlo convidou Dom João para sentar-se na Cátedra; entregou o Báculo Pastoral a Dom João, que assumiu oficialmente a administração da Diocese de Zé Doca. Dom José Belisário da Silva, OFM, Arcebispo de São Luís do Maranhão, saudou e apresentou o novo Bispo à Assembleia e ao Clero. Em seguida o Clero, os Religiosos e as Religiosas, os representantes das diversas pastorais, movimentos e dos Leigos aproximaram-se do novo Bispo manifestando obediência e respeito. Em seguida Dom João desceu do altar para saudar o povo, acompanhado do canto “Mestre, onde moras...” Naquele instante o novo Bispo assumiu a presidência da Celebração. Seguiu-se o canto do Glória. A Liturgia da Palavra iniciou com a entronização da Bíblia Sagrada acompanhada do canto “Tua Palavra é luz do meu caminho”. Depois da proclamação da Palavra de Deus houve a Homilia: nela Dom João afirmou a sua gratidão a Deus, ao Papa Francisco e a Congregação dos Oblatos de Maria Imaculada; destacou a boa vontade que o anima nesta nova missão; a confiança em Deus e pediu a colaboração de todos. A Celebração continuou com a Profissão de fé (Creio em Deus) e a Oração dos fiéis. A Celebração Eucarística desenvolveu-se, como de costume, bem animada pelos cantos e aclamações. Os ritos finais concluíram a solene Concelebração com algumas manifestações de sentimentos e agradecimentos: Padre Paulo Ricardo, Coordenador Diocesano de Pastoral agradeceu a Dom Carlo e deu as Boas-vindas a Dom João; Dom Gilberto Pastana de Oliveira, Bispo de Imperatriz e Presidente do Regional NE 5 da CNBB, deixou a sua mensagem ao novo membro do mesmo Regional; Padre André Luís Brás Lima, Pároco da Paróquia da Cidade de Centro do Guilherme e representante do Clero da Diocese de Zé Doca e a Irmã Deusa Maria dos Santos Vieira da Comunidade das Oblatas do Sagrado Coração de Jesus em Governador Nunes Freire deixaram a mensagem ao novo Bispo em nome dos Padres e dos Religiosos e Religiosas da Diocese; em nome dos Leigos falou o senhor Nonato Paiva. O Padre Provincial dos Oblatos de Maria Imaculada, Padre Francisco Rubeaux, manifestou a alegria pelo Papa ter escolhido um Padre da sua Congregação como Bispo de Zé Doca. Dom Carlo, agora Bispo emérito da Diocese de Zé Doca, se despediu do povo todo num clima de serenidade, tranquilidade por ter cumprido, segundo as suas possibilidades, a vontade de Deus nestas terras do Maranhão: manifestou também a alegria por entregar nas mãos jovens e experimentadas de Dom João a Diocese de Zé Doca. Entregou ao novo Bispo um presente pessoal: um avental, uma toalha, uma jarra e uma bacia a significar o âmago do Ministério do Bispo que é o serviço aos pobres: Agradeceu também a colaboração e disponibilidade recebidas, nestes anos, dos Padres, Religiosos e Religiosas, Leigos e Leigas e todo o povo de Deus, que abraça com saudade. Concluiu os momentos finais da Celebração a fala de Dom João, recebida com muitos aplausos, sinais de acolhida entusiasta do nosso povo.  O Padre Raimundo Pereira de Almeida, Pároco da Paróquia de Maranhãozinho e Decano do Colégio dos Consultores da Diocese leu a presente Ata de Posse que foi, a seguir, assinada pelos Bispos Presentes.



Zé Doca, 08 de novembro do ano de 2014




Veja abaixo fotos da posse:
















Nenhum comentário:

Postar um comentário