OBJETIVO GERAL


OBJETIVO GERAL:
Evangelizar a partir de Jesus Cristo e na força do Espírito Santo, como Igreja discípula, missionária, profética e misericordiosa, alimentada pela Palavra de Deus e pela Eucaristia, à luz da evangélica opção preferencial pelos pobres, para que todos tenham vida (Jo 10,10), rumo ao Reino definitivo.


sábado, 21 de setembro de 2019

COMUNICADO EPISCOPAL - TRANSFERÊNCIAS





Comunicado Episcopal - Transferências

Amados Filhos e Filhas, saudações em Cristo Jesus e Maria Imaculada, a todos envio.
Diante das necessidades maiores e para o bem de todos, depois de consultar os interessados, tomei as seguintes decisões:


1. Transfiro o Revmo. Padre José Raimundo Pinheiro, o Pároco da Paróquia Nossa Senhora Consolata, em Amapá do Maranhão, para a Paróquia São Sebastião, em Carutapera onde exercerá oficio de Vigário Paroquial e cooperador do Revmo. Padre Agnaldo Costa Oliveira.






2. Na mesma data transfiro e nomeio para o ofício de Administrador Paroquial da Paróquia Nossa Senhora Consolata, em Amapá do Maranhão, o Revmo. Padre Luís Henrique Nina Baltazar, até então Vigário Paroquial da Paróquia de Carutapera.


3. A posse do Administrador Paroquial, em Amapá do Maranhão, acontecerá no sábado, 12 de outubro de 2019, às 09.00 h, na Missa Solene presidida pelo Vigário Geral da Diocese, Monsenhor Raimundo Brito dos Santos.
Novo Vigário Paroquial será apresentado na Paróquia de Carutapera logo depois.

4. Agradeço a todos pela colaboração, pelo espírito fraterno e a preocupação com o bem do Povo de Deus da nossa Igreja Diocesana. Peço que o Padre Agnaldo acompanhe de perto estas mudanças e seja para o Padre Luís Henrique, apoio e orientador nos assuntos pastorais e administrativos. Obrigado Padre José Raimundo pela boa vontade de fazer o melhor e pela sua genuína preocupação com o nosso Povo. Obrigado Padre Luís Henrique pela coragem e prontidão com que aceitou minha proposta e conte com minhas orações e incentivos.

5. Ao Povo de Deus, nossos Irmãos e Irmãs na fé, peço, encarecidamente que acolham seus novos pastores e colaborem com eles na missão, que o Senhor nos confiou.
6. A todos os nossos Diocesanos, de Amapá do Maranhão e de Carutapera, aos nossos Padres e Lideranças Leigas, envio minhas sinceras orações e bênçãos.



Dom João Kot, OMI
Bispo Diocesano




Zé Doca, 21 de setembro de 2019,
Festa de São Mateus, Apóstolo



Av. do Comércio, 363, Centro, Caixa Postal 05, CEP: 65365-000, Zé Doca, Maranhão, BRASIL
      Fone: (98) 3655-3362 / (98) 98116-4624 (Tim), E-mail: mikoto2@uol.com.br



segunda-feira, 16 de setembro de 2019

MÊS MISSIONÁRIO EXTRAORDINÁRIO



Dom João (Jan) Kot, OMI
Bispo de Zé Doca
Maranhão – Brasil                                      “FIAT MISERICÓRDIA TUA”

    Caríssimos Filhos e Filhas, Povo de Deus da Diocese de Zé Doca 

   Minhas sinceras saudações envio a todos. 
      A Igreja de Jesus Cristo é missionária por natureza. Depois da ressurreição, Jesus se aproximou dos apóstolos e lhes disse: “Foi me dada toda a autoridade no céu e na terra. Ide, pois, e fazei com que todos os povos da terra sejam meus discípulos e batizai-os em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Ensinai-lhes a observar tudo o que vos tenho ordenado. Eis que estou convosco todos os dias, até o fim dos tempos” (Mt 28,16-20).
    Não podemos nos acomodar, pois, há quem diga que se tem mais católicos nominais do que praticantes. Ou seja, que o número dos pagãos batizados supera o dos participantes. Neste sentido, é triste a Diocese e a Paróquia, acomodadas na pastoral de manutenção, levando a vida como se estivesse anestesiada, sem preocupação nenhuma com as ovelhas perdidas e afastadas. Ou com a preocupação formal e fingida, sem entusiasmo e sem alegria, não querendo sair do seu ensimesmamento, enchendo os dias do ano e as agendas com a mesmice, sem novidades. A missão é criatividade e alegria, sem abandonar as tradições, criar novas formas de evangelização, se arriscar e acolher com misericórdia.  
    Neste momento agradeço pelos esforços do COMIDI da nossa Diocese, pelos trabalhos e dedicação, nas promoções e eventos que têm por finalidade manter a chama missionária acesa no coração do nosso Povo.  Parabenizo as paróquias que assumiram o Projeto Diocesano de Pastoral, aprovado em 2015, e que estão empenhadas na realização das Santas Missões Populares.
     “O COMIDI é um organismo que tem por finalidade zelar pela animação, articulação e cooperação missionária em nível de uma Igreja particular – diocese ou arquidiocese – consciente de que a Igreja é convidada a ser toda missionária e em estado permanente de missão”...
    “Como sinal de vivência da espiritualidade missionária, o COMIDI colabora para que os cristãos católicos estejam disponíveis para anunciar o Evangelho a todos, em todos os lugares, em todas as ocasiões, sem demora, sem repugnância e sem medo. Os seus membros precisam estar convencidos de que todos somos convidados a aceitar este chamado: sair da própria comodidade e ter a coragem de alcançar todas as periferias que precisam da luz do Evangelho” (DGAE 2015-2019, nº36).
   Preocupado com isso, o Papa Francisco, convocou para outubro de 2019, o Mês Missionário Extraordinário. Para nós, terá um significado especial, porque será no mesmo tempo que em Roma será realizado o Sínodo dos Bispos para a Amazônia.  Sei que muitas paróquias já estão se organizando e nossas foranias também. Ninguém pode ficar fora disso. 
    Na reunião do Conselho Diocesano de Pastoral (28 de maio de 2019) acertamos que a abertura do Mês Missionário Extraordinário será no dia 05 de outubro em Maracaçumé, com a entrega da bandeira e da cruz missionária para cada paróquia.    Ao longo do Mês, as paróquias terão sua própria programação de atividades e trabalhos missionários.
    Peço que as paróquias que ainda não constituíram seus COMIPAS procurem ajuda e orientações do COMIDI. Não façam improvisando e de qualquer jeito, para não comprometer futuras atividades. Todos os membros e assessores do nosso COMIDI estão a sua disposição. 



Com minhas orações e bênçãos, 



Dom João Kot, OMI
Vosso Bispo Diocesano


Zé Doca, 13 de junho de 2019
Na festa de Santo Antônio, nosso padroeiro 
_______________________________________________________________________________
Av. do Comércio, 363, Centro, Caixa Postal 05, CEP: 65365-000, Zé Doca, Maranhão, BRASIL
      Fone: (98) 3655-3362 / (98) 98116-4624 (Tim), E-mail: mikoto2@uol.com.br


 Programação da abertura do Mês Missionário Extraordinário
                                     na Diocese de Zé Doca

MARACAÇUMÉ – 05 de outubro de 2019

15h00 – Chegada dos COMIPAS, acolhida; Oração inicial

16h00 – Espiritualidade e formação para os membros de COMIPAS;

18h00 – Jantar e preparação para a Missa 

19h30 – Missa de abertura diocesana do MME e envio – entrega das bandeiras e das cruzes missionárias a cada uma das paróquias.
Presidente da Santa Missa: Monsenhor Raimundo Brito – Vigário Geral da Diocese e concelebram todos os padres presentes. 


OBS. 
- Convidamos para a abertura os Padres e os COMIPAS, para representarem as paróquias. 
- Onde o COMIPA ainda não foi criado, um grupo, não maior que 4 a 5 pessoas, que no futuro pode assumir este compromisso.
-  COMIDI é responsável pelo assessor da formação.
- Nossos agradecimentos ao Pe. Márcio Junior e aos paroquianos de Maracaçumé pela acolhida do evento.  






















sábado, 7 de setembro de 2019

SANTUÁRIO DIOCESANO NOSSA SENHORA DE NAZARÉ E 91º CÍRIO DE NAZARÉ- VILA DE ESTANDARTE.



   Neste dia 06 de agosto de 2019, a vila-distrito de Estandarte, cidade de Cândido Mendes, Paróquia Nossa Senhora Imaculada Conceição, Diocese de Zé Doca- MA, viveu uma festa singular, ocasião da elevação da Igreja de Nossa Senhora de Nazaré à categoria de Santuário Diocesano. A Santa Missa foi tomada por devotos de Nossa Senhora de Nazaré, vindos de vários locais, sendo comunidades e cidades vizinhas. Na celebração, presidida pelo Monsenhor Raimundo Brito, Vigário Geral de nossa Igreja particular de Zé Doca, foi feita a leitura do decreto de ereção e instalação da igreja da Comunidade em Santuário Diocesano e posse de Padre Alvelino Santos, como Reitor deste Santuário. 
     A vida religiosa e social da Vila de Estandarte é secular, inicialmente com as novenas de Nossa Senhora, organizadas ao redor do povoado, sendo registrado o primeiro Círio, há mais de noventa anos, agregando número significativo de romeiros, peregrinos, visitantes e devotos. 
       A mesma imagem trazida de Belém do Pará para a Vila de Estandarte, há mais de 90 anos, retornou a Basílica – Santuário de Nossa Senhora de Nazaré em Belém do Pará e permaneceu em exposição na coluna no presbitério daquela Igreja, de 25 a 27 de Junho, do corrente ano, sendo realizadas várias homenagens e partilhas em devoção com os participantes vindo da Vila de Estandarte, de cidades do litoral maranhense e pessoas atreladas a mesma experiência de fé. No dia 28 de junho, deram-se início as visitas peregrinas em algumas Paróquias da Diocese (Boa Vista do Gurupi, Junco do Maranhão, Amapá do Maranhão, Carutapera, Luís Domingues, Godofredo Viana e Cândido Mendes) antecedendo o período do Círio da Vila de Estandarte. No dia 05 de agosto, a imagem chegou a Paróquia Nossa Imaculada Conceição em Cândido Mendes- MA, acolhida por uma grande carreata, seguida de uma procissão, com pessoas cheias de fé e esperança. Após a Celebração Eucarística no átrio da Igreja Matriz, no dia 06 de agosto, a imagem seguiu em clima de festa, para retornar a Estandarte e viver a culminância da Instalação do Santuário Diocesano, atrelado ao início do Círio do ano de 2019, cujo tema foi “Maria, Mãe da Igreja e Santuário do Senhor”, no período de 06 a 14 de agosto.
    O Círio de Nazaré em Estandarte pode ser descrito semelhante ao Círio de Belém-PA, e a cada ano vai crescendo, tanto com a presença de romeiros como em organização, estrutura, símbolos, atividades, espiritualidade e expressões culturais. Sempre inicia no mês de julho com as peregrinações, seguidas das novenas, das romarias (das crianças, da juventude e marítima), da trasladação e finalmente a grande procissão do Círio. Vários são os gestos, sinais e movimento: a Corda, flores da Berlinda, Manto da Imagem, a Virgem em sua Berlinda, Andor do Sagrado Coração de Jesus, o carro dos Anjos, a barca dos Marinheiros, os promesseiros, as homenagens com queima de fogos...
      Durante o Novenários deste Círio, nosso Bispo, Dom Jan Kot e vários padres (Pe. Henrique Baltazar, Pe.Elinaldo Nunes, Pe. Máximo Verde, Pe. Saris Verde, Pe. Jose Raimundo Pinheiro, Pe. Agnaldo Oliveira, Pe. Paulo Ricardo, Pe. Joca OMI, Monsenhor Raimundo Brito, Pe. Jorge da Paróquia de Turiaçu – Diocese de Pinheiro) celebraram a Eucarística, junto com povo de Deus, que animado e feliz viveu essa linda devoção mariana.