OBJETIVO GERAL


OBJETIVO GERAL:
Evangelizar a partir de Jesus Cristo e na força do Espírito Santo, como Igreja discípula, missionária, profética e misericordiosa, alimentada pela Palavra de Deus e pela Eucaristia, à luz da evangélica opção preferencial pelos pobres, para que todos tenham vida (Jo 10,10), rumo ao Reino definitivo.


terça-feira, 25 de junho de 2019

PEREGRINAÇÃO DA IMAGEM DE NOSSA SENHORA DE NAZARÉ DE ESTANDARTE


                       PROGRAMAÇÃO

Dia 25 de junho, às 18 horas:  Santa Missa presidida por Padre Alvelino da Silva Santos, com entronização da imagem no Santuário Basílica em Belém do Pará.

Dia 26 de junho: A imagem ficará em exposição na coluna do Santuário Basílica Nossa Senhora de Nazaré em Belém do Pará.

Dia 27 de junho, às 18 horas: Santa Missa presidida por Dom João na Basílica Santuário Nossa Senhora de Nazaré e envio da imagem de volta para peregrinação até Estandarte.

                   PEREGRINAÇÃO PELAS PARÓQUIAS

28 – 30.06. 2019: Boa Vista do Gurupi

05 – 07.07.2019: Junco do Maranhão

12 – 14.07.2019: Amapá do Maranhão

19 – 21.07.2019: Carutapera

26 – 28.07.2019: Luís Domingues

02 – 03.08.2019: Godofredo Viana

04.08.2019: Cândido Mendes

06.08.2019: Chegada da imagem de Nossa Senhora de Nazaré em Estandarte às 17 horas

06 – 14.08.2019: Novenário do Círio de Nossa Senhora de Nazaré em Estandarte

sexta-feira, 21 de junho de 2019

COMUNICADO OFICIAL


Dom João (Jan) Kot, OMI
Bispo de Zé Doca
Maranhão – Brasil


“FIAT MISERICÓRDIA TUA”



Santuário Diocesano de Nossa Senhora de Nazaré, em Estandarte,
Paróquia Nossa Senhora da Conceição, em Cândido Mendes

    Amados Filhos e Filhas de Deus. Saudações em Jesus Cristo e Maria de Nazaré.

   Não tem como não reconhecer a importância da devoção mariana na vida e ação evangelizadora da Igreja. E sem dúvida, o Círio de Nossa Senhora de Nazaré, em Estandarte, na Paróquia de Cândido Mendes, é um evento singular no nível diocesano e até estadual. Eu não posso fazer tudo, mas aquilo que posso, pretendo fazer.  

   Com a rica história de mais de nove décadas de celebrações, de dedicação das pessoas de boa vontade e de muito amor por Maria, chegamos a este dia especial. Depois da minha chegada a Diocese e de acompanhar os trabalhos do Padre Cosmo e Padre Nato e principalmente do Povo de Deus de Estandarte e de seus colaboradores, senti que chegou a hora de fazer algo mais. Consultei o atual Pároco, Padre Alvelino e as lideranças da própria comunidade e todos acharam uma boa ideia.  
  Comunico oficialmente que no dia 06 de agosto de 2019 será decretado em Estandarte, na Paróquia Nossa Senhora da Conceição, em Cândido Mendes, o Santuário Diocesano de Nossa Senhora de Nazaré. 

  Fazendo isso, consagro a proteção da Maria Santíssima todos os nossos povos na Diocese, todas as nossas missões e todos os que se dedicam ao anúncio da Boa Nova, de modo especial nosso clero, nossos religiosos e religiosas, nossos seminaristas e vocacionados, nossas lideranças leigas e todos os nossos benfeitores. 

   Desejo que todos se sintam acolhido e amados pela Mãe de Jesus, que a recebam na sua casa e na sua vida e principalmente que todos percebam que somos literalmente abraçados por Ela, do Santuário de Araguanã ao Santuário de Estandarte (do sul ao norte). 

    Com minhas bênçãos e orações,

              


Dom João Kot, OMI
Bispo Diocesano 

Zé Doca, 21 de junho de 2019

Av. do Comércio, 363, Centro, Caixa Postal 05, CEP: 65365-000, Zé Doca, Maranhão, BRASIL
Fone: (98) 3655-3362 / (98) 98116-4624 (Tim), E-mail: mikoto2@uol.com.br

terça-feira, 18 de junho de 2019

NOTA DA CNBB - CONFERÊNCIA NACIONAL DOS BISPOS DO BRASIL




1. A Igreja Católica, especialmente por sua Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, historicamente, é defensora incondicional da vida, desde a sua concepção até a morte natural. Nesse sentido, é contrária a qualquer ato de violência. Atentados contra a vida merecem a mais severa condenação por parte de toda a sociedade civil e, principalmente, das autoridades devidamente constituídas.

2. Dedicamos a nossa atenção ao julgamento, em curso, no Supremo Tribunal Federal, da Ação Direta de Inconstitucionalidade por Omissão (ADO 26) e do trâmite no Senado Federal do Projeto de Lei 672/2019 para alterar a Lei 7.716/1989. Nosso posicionamento é alicerçado em princípios ético morais que defendem o respeito a todos, sem distinções.

3. O Magistério da Igreja indica o acolhimento solidário e respeitoso, evitando-se todo sinal de discriminação. Isto não significa se omitir ou negar o que ensina a sua doutrina: o matrimônio é a união entre o homem e a mulher, com a possibilidade de gerar vida. Nesse sentido, em diálogo com os setores da sociedade que buscam fortalecer a punição para os casos de homofobia, a Igreja pede clareza nos processos em curso no Judiciário e Legislativo: a liberdade religiosa, que pressupõe o respeito aos códigos morais com raízes na fé, deve ser compatibilizada com as decisões judiciais relacionadas à criminalização da homofobia. A doutrina religiosa não semeia violência, mas, ao contrário, partilha um código de condutas que promove a defesa da vida. Informar e orientar os fiéis sobre o matrimônio, aconselhá-los em questões relacionadas à família e à conduta pessoal não pode ser considerado ofensa contra pessoa ou grupo.

4. A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) confia e espera que as autoridades do Judiciário e do Legislativo, cônscios de suas responsabilidades, trabalhem, de modo adequado, dedicando-se, com profundidade, a essa questão que exige também ouvir diferentes perspectivas. Um tema tão delicado e complexo exige ser tratado pelo amplo diálogo e pela reflexão de toda a sociedade. Assim, é possível contribuir para promover a harmonia social em uma sociedade que precisa superar as polarizações. Assegurar cada vez mais a integridade do cidadão, a partir do respeito fraterno que todo ser humano deve cultivar em relação a seu semelhante. Esse compromisso requer irrestrito respeito a princípios morais e religiosos intocáveis.

5. Em espírito de comunhão e serviço, a CNBB quer colaborar para que se encontre o caminho necessário para vencer injustiças e perseguições – a violência contra o ser humano, que inclui também o desrespeito à liberdade religiosa e aos valores do Evangelho de Jesus Cristo, “ caminho, verdade e vida”.

Brasília, 12 de junho de 2019.

Dom Walmor Oliveira de Azevedo
Arcebispo de Belo Horizonte – MG
Presidente da CNBB

Dom Jaime Spengler, OFM
Arcebispo de Porto Alegre – RS
1º Vice-Presidente da CNBB

Dom Mário Antônio da Silva
Bispo de Roraima – RR
2º Vice-Presidente da CNBB

Dom Joel Portella Amado
Bispo Auxiliar de S. Sebastião do Rio de Janeiro – RJ
Secretário-Geral da CNBB


quinta-feira, 13 de junho de 2019

A DIOCESE DE ZÉ DOCA PARTICIPA DA ASSEMBLEIA DAS PASTORAIS SOCIAIS DO REGIONAL NORDESTE 5.


        As Pastorais Sociais da diocese de Zé Doca representada pela Pastoral da Criança e da Pastoral da Pessoa Idosa, participaram em São Luís nos dias 07, 08 e 09 de junho da Assembleia. A assessora foi Dona Solange Rodrigues (ISER – RJ). 

      Ela apresentou a análise de conjuntura atual sócio-politica e Eclesial. Neste contexto os enormes desafios a enfrentar. Para isso, carecemos de uma forte espiritualidade e uma mística evangélica. Foi abordado também sobre o REPAM no Maranhão, o Sínodo da Amazônia, a Romaria da Terra e das Águas em Caixas.

       Fomos convidados como Pastorais Sociais estar sempre aprofundando com estudos e reflexões sobre os Documentos da Igreja. No que refere-se diretamente a identidade e missão da pastoral social. Para a Igreja, o serviço da caridade “ é expressão irrenunciável à sua própria essência”. A Pastoral Social é expressão desta caridade e da solicitude da Igreja com as situações nas quais a vida está ameaçada. 

        Essa Assembleia acontece a cada dois anos. E após ser avaliado as ações realizadas no regional, foi realizado a eleição da equipe de articulação, ( eram  seis pastorais) nesta eleição entrou a fazer parte a Pastoral da Pessoa Idosa e a Pastoral da Juventude, representada pela PJ que no Estado do Maranhão faz parte.  Esteve presente Dom Valdecir Bispo referencial da Pastoral Social no regional.

Equipe Eleita 2020 – 2022. CIMI, CPT, CÁRITAS, CEBS, PASTORAL DA CRIANÇA, PASTORAL DA PESSOA IDOSA, PASTORAL DA JUVENTUDE.

 " Não deixe a Lamparina apagar !" Juntos ninguém solta a mão de ninguém! !












segunda-feira, 10 de junho de 2019

CAPÍTULO PROVINCIAL DAS IRMÃS MISSIONÁRIAS DO SANTO NOME DE MARIA

        Estamos na oitava de Pentecostes, tempo de graça para a Igreja e para as Irmãs Missionárias do Santo Nome de Maria que em 2019 – 2020 celebra o primeiro centenário da Congregação.
       Nesta alegria, rendendo ação de graças e sob o impulso do Espírito Santo, a Província Maria Missionária realiza em Maringá, no Paraná, de 10 a 16 de junho de 2019, o 6º Capítulo Provincial.

       O Capítulo Provincial tem como finalidade: eleger a superiora Provincial e suas Conselheiras com aprovação da Superiora Geral; elaborar o Diretório Provincial; debater e revisar a vida espiritual, comunitária, a atuação apostólica na Província e os postulados enviados pelas irmãs. (Const. nº 176).
        Assim no decorrer do Capítulo, as Irmãs Capitulares, que são representantes de todas as Irmãs da Província, tem a tarefa de revisar a vida espiritual, comunitária, a atuação apostólica da Província e, conforme as Constituições da nossa Congregação, eleger a Superiora Provincial e o seu Conselho, deliberar Estatutos que concretizam a Missão confiada à Província e debater, se necessário decidir, questões da Província como também postulados enviados pelas Irmãs. (cf. Const. n°176).

           Esse 6º Capítulo Provincial tem como Tema “Centenário – Esperanças e novos horizontes da nossa missão na Igreja. E a iluminação “Para vinho novo, odres novos” (Mc 2,22). Tal iluminação nos remete a uma profunda reflexão sobre mudanças pessoais e comunitárias em vista do Reino para que “Cristo seja tudo em todos” (I Cor 15,28) e para que o anunciemos pela vida e pelo trabalho missionário a exemplo de Maria, nossa Mãe e padroeira.  Foi Ela que no Evangelho de São João Capítulo 2,3 pediu a Jesus para transformar a água em vinho “Filho, eles não tem mais vinho”. 
           Que Ela interceda por nós neste momento importante da Congregação e da Província Maria Missionária.
Para finalizar, lembro que o Capítulo Provincial é um Pentecostes prolongado, nele, o Espírito Santo continua moldando a nossa vida e a nossa missão.
           Pedimos a todos e a todas que rezem para que as Irmãs capitulares deixem-se envolver e serem guiadas pelo Espírito Iluminador para que todas as decisões sejam para o bem da Igreja e de nossa Congregação Religiosa.

                                                 Irmã Maria Helena Teixeira - MSNM



























sábado, 8 de junho de 2019

DIOCESE DE ZÉ DOCA PARTICIPA DA ASSEMBLEIA DO COMIRE


  A Diocese de Zé Doca, representada pelo Conselho Missionário Diocesano (COMIDI), participou entre os dias 31 de maio e 02 de junho de 2019 da Assembleia do Conselho Missionário Regional (COMIRE), na cidade de Paraibano, Diocese de Balsas.

    A Assembleia abordou acerca da natureza e finalidade dos COMIDIs e COMIPAs (Conselhos Missionários Paroquiais), organismos que respondem em nível de uma Igreja particular, pela animação, articulação, formação, organização e cooperação missionária. Refletiu-se, também, sobre o mês missionário extraordinário (outubro de 2019), que tem como objetivo reavivar a consciência batismal do povo de Deus em relação à missão da Igreja; despertar a consciência da missão Ad gentes e retomar, com novo impulso, a transformação missionária da vida e da pastoral e, nesse sentido, trazendo propostas concretas a níveis Internacional, Nacional, Regional, Diocesano e Paroquial – para toda a Igreja. Em comunhão com a mesma reflexão, abordou-se, também, sobre o Sínodo para a Amazônia, uma feliz coincidência com o mês missionário extraordinário. A reflexão pautou-se acerca dos novos caminhos que a Igreja é convidada a encontrar, a fim de ser uma presença efetiva na região Amazônica, buscando responder aos grandes desafios nela encontrados. Não obstante a todas essas importantes abordagens, o centro da pauta da Assembleia do COMIRE deu-se em torno do Programa Missionário Nacional – PMN, já considerado na Assembleia da CNBB 2019.

  O PMN, reconhecendo a pluralidade de metodologias missionárias em todo o país, com grau menor ou maior de organização, tem por objetivo oferecer por propostas, a partir da escuta dos vários regionais, por meio das Assembleias dos COMIREs, para uma ação missionária que tenha pontos comuns, no intuito de se obter uma maior comunhão missionária na Igreja do Brasil, preservando aquilo que é particular e, simultaneamente, com referenciais comuns. O PMN pôs em destaque, sobretudo, que “embora exija a participação e a responsabilidade pessoal, a missão é sempre tarefa Eclesial, de cunho comunitário. Não é prioridade particular restrita a alguém ou a um grupo” (Cardeal Dom Sérgio da Rocha). Portanto, a missão é compromisso de toda a Igreja.






















quinta-feira, 6 de junho de 2019

RCC ZÉ DOCA REALIZA ENCONTRO DIOCESANO DO MCA.



     O Encontro Diocesano do Ministério para Crianças e Adolescentes foi realizado entre os dias 24 e 26 de maio de 2019, na cidade de Zé Doca - MA, no Centro Pastoral São João Paulo II. O encontro foi promovido pela RCC da Diocese de Zé Doca, contando com as presenças da coordenadora estadual do MCA, Rhâmilla Muniz, e a coordenadora diocesana do MCA, Kris Baima.
     
       O encontro teve início na noite do dia 24, sexta-feira, com a oração inicial e uma oficina de trocas de conhecimento entre os participantes. No dia 25, sábado, o evento começou com o terço bizantino seguido dos momentos de animação, oração e formação. Ainda pela manhã, foi realizada adoração e logo após mais formações e oficinas práticas e dinâmicas. O período da tarde foi aberto com terço querigmático realizado de forma interativa, seguido de formações e oficinas durante o restante da tarde. À noite, os presentes no encontro se juntaram à reunião de oração do Grupo Oráculo do Senhor, encerrando assim as atividades do dia. O terceiro dia de encontro iniciou com missa na Catedral de Santo Antônio, para logo após seguir com a programação de formações que se encerrou ao meio-dia.

    O principal objetivo do encontro foi à formação e capacitação dos coordenadores e servos do Ministério para Crianças e Adolescentes, visando melhorias na forma de servir dentro do mesmo e projetando a implantação do ministério nas Paróquias e grupos que ainda não possuem. Além das formações técnicas, houve também oficinas dinâmicas e, como auxílio,  foram distribuídos "mochilinhas de oração" para a evangelização  infantil.






sexta-feira, 31 de maio de 2019

COMIDI- (CONSELHO MISSIONÁRIO DIOCESANO)



      No dia 26 de maio de 2019, os membros do Conselho Missionário Diocesano (COMIDI) da Diocese de Zé Doca, reuniram-se na Paróquia Santa Luzia, em Santa Luzia do Paruá, para uma reunião extraordinária atendendo a uma solicitação de Dom João kot, OMI, que preocupado com a missionariedade da Igreja particular de Zé Doca, com o acompanhamento do processo das Santas Missões Populares (SMP), ao Mês Missionário Extraordinário (outubro/ 2019) e em consonância com o programa Missionário Nacional já considerado na Assembleia da CNBB, deseja um COMIDI capaz de contribuir para a animação, articulação, formação e cooperação missionária, atendendo aos apelos da Igreja.

        Na referida reunião, em comunhão com Dom João Kot viu-se a necessidade de uma maior representatividade no COMIDI, de forma que se contemplasse as Foranias que compõem a Diocese de Zé Doca, para que aconteça o tão sonhado dinamismo missionário. Nesse sentido, o novo Conselho Missionário Diocesano, chancelado por Dom João Kot, ficou composto da seguinte forma:

COMIDI EXECUTIVO
Pe. André Luís Brás Lima (Coordenador)
Pe. João Silvino Figueredo Neto (Vice-coordenador)
Etiene Soares Figueredo (1º Secretária)
Sandra Maria Silva Pinheiro (2º Secretária)
Flavio Ferreira de Sousa (Articulador)
Simony dos Santos Martins (1º Tesoureira)
Ir. Celmar Alves dos Santos (2º Tesoureira)
Edson Pereira dos Santos (Comunicação)
Werbt Chimendes Nunes (Comunicação)



EQUIPE AMPLIADA DE ASSESSORIA EXTERNA
Joab Rocha Soares
Gisélia Dourado
Gilderlan Pereira Bezerra
Maria Lucia Dias
Antônio Eronilton C. Pereira
Adriely Macedo de Lima
Bárbara Emanelle Ferro Santos
Wanderson Sousa Alves
Maria Francisca dos Anjos Silva
Nelcy Costa Moraes
Leudimar Ferreira Teixeira
José de Ribamar Nunes Pereira


segunda-feira, 27 de maio de 2019

RITO DE LEITORADO DOS CANDIDATOS AO DIACONATO PERMANENTE

        No último dia 25 de maio de 2019 na paróquia Nsa° do Perpétuo Socorro, em Governador Nunes Freire, dez candidatos ao diaconato permanente da Diocese de Zé Doca receberam o ministério de leitor. Tal ministério é recebido com a intenção de se formar auxiliar na liturgia da palavra, se tornando oficialmente um leitor da Igreja. A celebração eucarística foi presidida por Dom João Kot, OMI, Bispo da Diocese de Zé Doca.

        A escola diaconal da Diocese de Zé Doca, o Bom Samaritano, foi Instituída por Dom João Kot e já está no seu quarto ano de caminhada de estudo teológicos acerca do diaconato permanente. No final do ano passado os candidatos foram admitidos as Ordens Sacras e agora instituídos leitores. Os próximos passos serão os ritos de acolitado e com a graça de Deus, no próximo ano, o Diaconato.