OBJETIVO GERAL


OBJETIVO GERAL:
Evangelizar a partir de Jesus Cristo e na força do Espírito Santo, como Igreja discípula, missionária, profética e misericordiosa, alimentada pela Palavra de Deus e pela Eucaristia, à luz da evangélica opção preferencial pelos pobres, para que todos tenham vida (Jo 10,10), rumo ao Reino definitivo.


sexta-feira, 30 de março de 2012

VIVER A SEMANA SANTA

         Para muitos, um feriado; para outros, uma devoção; para o comércio, oportunidade fantástica de vendas; para outros ainda, um momento especial de meditação, oração e renovação da fé. E para você, o que significa “viver a semana santa”?

            Existe um jeito, um lugar, um momento muito especial no qual aprendemos a “viver a semana santa”. É o que nos aponta o saudoso Papa VI: “Se há uma liturgia que deveria encontrar-nos todos juntos, atentos, solícitos e unidos para uma participação plena, digna, piedosa e amorosa, esta é a liturgia da grande semana. Por um motivo claro e profundo: o Mistério Pascal, que encontra na Semana Santa a sua mais alta e comovida celebração, não é simplesmente um momento do Ano Litúrgico: ele é a fonte de todos as outras celebrações do próprio Ano Litúrgico, porque todas se referem ao mistério da nossa redenção, isto é, ao Mistério Pascal”.

            Eis o sentido do que significa “viver a semana santa”: fazer memória do mistério do amor de Deus que se manifestou na entrega confiante de Jesus ao Pai, até a morte de cruz, por fidelidade à sua missão. Mais ainda, significa celebrar o mistério do amor de Deus que sustentou Jesus em seu calvário e o ressuscitou , Messias e Senhor.

            “Viver a semana santa” significa fazermos memória destas ações maravilhosas de Deus. Mais, saber que estamos “revivendo” todos estes fatos. “De geração em geração, cada um de nós é obrigado a ver-se a si próprio, com os olhos penetrantes da fé, como tendo ele mesmo estado lá no Calvário, na primeira sexta-feira santa, e diante do sepulcro vazio, na manhã da ressurreição. Hoje, todos nós, aqui reunidos para celebrar a eucaristia, estávamos lá, prontos a morrer na morte de Cristo e a ressuscitar em sua ressurreição. Será exatamente nossa comunhão com o corpo sacramental do verdadeiro Cordeiro que nos tornará realmente presentes àquele eterno presente”.

            Concluo com uma parte da homilia de S. Gregório de Nazianzo, bispo do séc. IV que certamente também nos dá uma dica de como “viver a semana santa”: “Se és Simão Cireneu, toma a cruz e segue a Cristo. Se, qual o ladrão, estás crucificado com Cristo, como homem íntegro, reconhece a Deus. Adora aquele foi crucificado por tua causa. Se és José de Arimateia, pede o corpo a quem o mandou crucificar; e assim será tua a vítima que expiou o pecado do mundo. Se és Nicodemos, aquele adorador noturno de Deus, unge-o com perfume para a sua sepultura. Se és Maria, ou a outra Maria, ou Salomé, ou Joana, derrama tuas lágrimas por ele. Levanta-te de manhã cedo, procura ser o primeiro a ver a pedra do túmulo afastada, e a encontrar talvez os anjos, ou melhor ainda, o próprio Jesus” (Liturgia das Horas, vol. II,p.352).

Aí sim, poderemos exclamar: “FELIZ PÁSCOA!”

TEXTO EXTRAÍDO DO LIVRO:
LITURGIA EM MUTIRÃO II
Autor do texto:
Pe. Carlos Gustavo Haas

domingo, 25 de março de 2012

MUNDO VOCACIONAL

Clique na imagem para acessar o blog

O BLOG DO GRUPO VOCACIONAL DE NOVA OLINDA ESTÁ EM PLENO FUNCIONAMENTO;

DIVULGUEM AÍ ENTRE SEUS AMIGOS!!!
mundovocacional.blogspot.com.br



QUE DEUS SEJA SEMPRE A NOSSA FORÇA! 
                                                                         UM FRATERNO ABRAÇO A TODOS. 

sábado, 10 de março de 2012

A DIOCESE DE ZÉ DOCA PREPARANDO A VISITA DA CRUZ E DO ÍCONE DA JMJ

Em ritmo acelerado, a Diocese de Zé Doca está preparando a visita da Cruz e do ícone de Nossa Senhora nos dias 20.21.22 e 23 de abril deste ano 2012. Os dois símbolos da JMJ estão sendo esperados e passarão em todas as Paróquias, embora durante poucas horas vividas intensamente e religiosamente.

A equipe dos jovens está fervendo de atividades e de encontros: é que precisamos nos preparar melhor e ajudar a toda a população para receber esta “visita ilustre” na maneira melhor. Afinal é o presente do Beato João Paulo II aos jovens do mundo inteiro e que já passou por muitos países, chamando milhões de jovens e adultos.
    
Estão ativos e bonitos dois “blogs” que oferecem reflexões, atividades, celebrações e avisos. Acessem e estejam por dentro da nossa organização:
diocesezedoca-ma.blogspot.com & http://jmjdiocesezd.blogspot.com/

Foi preparada uma camiseta pensada e trabalhada em vista dos dias de visita da Cruz, personalizada para a Diocese de Zé Doca. Ela está à venda (R$ 15,00): contatar Padre Alvelino: fones: residencial 98/3373-1569; cel. 8769-2392.

Com a mesma arte foi confeccionado um cartaz para propaganda e animação. Foi preparada também uma Oração: a publicamos para cada um copiá-la, distribuí-la e, sobretudo, rezar com ela. Quando os jovens querem, eles fazem e fazem bonito.

O momento alto da visita será na Catedral de Zé Doca, no dia 20 de abril, às 18,00 hs com a Ordenação diaconal de três seminaristas: Márcio Júnior de Godofredo Viana, Elinaldo Nunes de Cândido Mendes e Pedro Eduardo de Zé Doca.

Estamos esperando, mas não de braços cruzados e sim vigiando e preparando.



ORAÇÃO AOS PÉS DA CRUZ DA JMJ

Senhor Jesus, que carregaste a cruz até o monte Calvário e, pregado nela, morreste para salvar a humanidade, nós Te agradecemos pela visita de Tua cruz á nossa Diocese, Paróquias e Comunidades. Somos o Teu povo neste pedaço do Maranhão bonito, mas tão sofrido.

Sabemos que a Tua ação no mundo é glória da Igreja católica. E temos a certeza: a glória das glórias é a Tua cruz. Com São Paulo dizemos: “Longe de mim gloriar-me a não ser na cruz de Cristo”. Nós Te adoramos e Te bendizemos, porque pela Tua santa cruz remistes o mundo, pois só na Tua morte e ressurreição nós encontramos a salvação.

Pedimos: dai-nos a coragem de não nos envergonharmos da Tua cruz; nós acreditamos que não era um simples homem quem por nós a carregou e morreu crucificado nela, mas eras Tu, o Filho de Deus feito homem.

           Maria, Tua mãe e mãe da Igreja, presente na hora da Tua paixão, e agora ao lado da Tua cruz, guie os jovens, todo homem e mulher, com carinho e força, para viver a cruz que carregam todo dia.

Amém.




Na celebração do encerramento da Porta Santa, ao término do Ano Santo da Redenção (25 de março de 1983 a 22 de abril de 1984), que teve como tema: “Abri as Portas ao Redentor”, o Papa João Paulo II desejou entregar a Cruz de 3,80 m aos jovens, confiando a eles a tarefa de irem pelo mundo anunciar Jesus Cristo a todos os povos. Estas foram as Palavras do Papa: “Meus queridos jovens, ao concluir este Ano Santo, confio-vos o símbolo deste Ano Jubilar: a Cruz de Cristo! Levai-a pelo mundo afora como um símbolo do amor de Cristo pela humanidade, e anunciai a todos que só na morte e ressurreição de Cristo é que poderemos encontrar salvação e redenção”

O Padre Eric Jacquinet, encarregado pela Santa Sé de organizar as JMJ, afirmou: “O Beato João Paulo II queria organizar não somente um encontro internacional de jovens, mas um encontro deles com Jesus Cristo e com a Igreja presente em todo o mundo. Queria que tivessem esta experiência de descobrir Jesus Cristo na Igreja”.

quarta-feira, 7 de março de 2012

CONFIANÇA NA IGREJA CATÓLICA CRESCE


Confiança na Igreja Católica cresce 4% em um ano, segundo FGV A Fundação Getúlio Vargas (FGV) faz pesquisa e publica o índice de confiança dos brasileiros nas instituições. Em 2010, antes das eleições, no primeiro semestre, a Igreja Católica ocupava a sétima posição no ranking, com 34% de confiança.

Em 01.07.2010, publicamos, sob o título Dai a César o que é de César e a Deus o que é de Deus, a recomendação aos diocesanos para que não votassem na candidata Dilma Rousseff, no PT e em todos os partidos e candidatos que tinham como proposta a descriminalização do aborto, que é um assassinato de uma pessoa inocente e indefesa.

Depois dos debates sobre o aborto e uma "agenda de valores" nas eleições, a Igreja saltou do sétimo lugar, com 34%, para o segundo lugar (AQUI), atingindo 54% de confiança. Essa variação de 20% correspondeu a um acréscimo de 38 milhões de brasileiros que voltaram a ter confiança na Igreja Católica.

A FGV publicou nova pesquisa recentemente, referente ao último trimestre de 2011, na qual ouviu 1.550 brasileiros, distribuídos por todos os estados. As Forças Armadas permaneceram em primeiro lugar, a Igreja Católica manteve o segundo e o Ministério Público subiu para terceiro lugar na confiança dos brasileiros.

Na comparação entre a pesquisa do final de 2010, quando a Igreja alcançou 54% de aprovação, com a do final de 2011, quando atingiu 58%, observa-se um crescimento de 4%, em um ano. Isso significa que, dos 190 milhões de brasileiros, mais 7,6 milhões passaram a considerar a Igreja Católica uma das instituições brasileiras mais confiáveis. Ter 58% de confiança da população brasileira significa que 110,2 milhões de brasileiros consideram a Igreja Católica confiável.

Estamos jubilosos, juntamente com todos os católicos e cristãos. E Jesus Cristo está crescendo!