OBJETIVO GERAL


OBJETIVO GERAL:
Evangelizar a partir de Jesus Cristo e na força do Espírito Santo, como Igreja discípula, missionária, profética e misericordiosa, alimentada pela Palavra de Deus e pela Eucaristia, à luz da evangélica opção preferencial pelos pobres, para que todos tenham vida (Jo 10,10), rumo ao Reino definitivo.


sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

DOM CLAUDIO HUMMES VISITA DIOCESE DE  BREJO(MA) E FAZ PALESTRA SOBRE O ANO DA FÉ

O cardeal emérito dom Claudio Hummes realizou neste sábado (12), na cidade de Brejo (MA), uma palestra sobre o Ano da Fé. O evento foi realizado na parte da tarde, na Catedral Nossa Senhora da Conceição. A Igreja ficou lotada com a presença dos fiéis, que vieram de várias paróquias da diocese de Brejo.

Dom José Valdeci Santos Mendes, bispo da diocese de Brejo, deu as boas vindas ao cardeal, lembrando que a proclamação do Ano da Fé pelo Papa Bento XVI, no dia 11de outubro do ano passado, faz parte das comemorações pelos 50 anos do início do Concílio Vaticano II e também dos 20 anos do catecismo da Igreja Católica.

Dom Claudio Hummes destacou a preocupação do papa Bento XVI com a fé dos católicos. Ele lembrou que o Ano da Fé, mais do que uma alusão aos 50 anos do Concílio Vaticano II, é uma inciativa do Papa e da Igreja no sentido de reavivar a fé dos cristãos católicos, os quais têm diminuído significativamente pelo mundo com o aumento do número de protestantes e ateus.

Em seu discurso, o cardeal falou sobre os cinco principais objetivos que a Igreja pretende atingir com do Ano da Fé: reavivar, aprofundar, proclamar, vivenciar e transmitir a fé. Ele enfatizou que a proposta da nova evangelização é alcançar os católicos afastados, através de ações cada vez mais missionárias. O cardeal lembrou a importância dos meios de comunicação, mas enfatizou que o método mais eficiente de transmissão da fé é o encontro pessoal.

Dom Claudio Hummes ressaltou que a fé nasce do encontro pessoal com Cristo e que o cristão só poderá viver a fé através do amor. “A fé deve ser manifestada na caridade para com Deus e para com os pobres”, ponderou.

O cardeal faz parte da Comissão Episcopal da CNBB para Amazônia Legal e já visitou várias dioceses da região amazônica.

Pela manhã ele participou de um encontro com trabalhadores rurais na cidade de Mata Roma, onde alunos da Universidade Federal do Maranhão apresentaram um trabalho de pesquisa sobre os impactos socioambientais na microrregião do Baixo Parnaíba, na qual a diocese de Brejo está situada. Sua visita foi encerrada com a celebração da Santa Missa, à noite, na Catedral de Nossa Senhora da Conceição.

Fonte: http://www.cnbb.org.br/site/imprensa/noticias/11148-cardeal-dom-claudio-hummes-visita-diocese-de-brejo-e-faz-palestra-sobre-o-ano-da-fe


EREÇÃO DA PARÓQUIA DE CENTRO NOVO-MA

 
Às 13 horas do dia 6 de Janeiro do ano corrente Dom Carlo se despedia de Pe. Nunes, o primeiro pároco de Centro Novo, e enquanto isso Dona Quinzinha, uma das primeiras catequistas da cidade chorava e dizia: “Dom Carlo muito obrigado por ter realizado este meu sonho de ter um padre na nossa cidade.” Mas esta história começa muitos anos antes, e aqui quero dar algumas informações aos leitores.

AS ORIGENS DA CIDADE E DO CATOLICISMO LOCAL

Em 1951 o senhor Irineu chega na localidade aonde hoje é a cidade de Centro Novo do Maranhão dando inicio a uma povoação que será chamada de Centro do Irineu, primeiro nome da atual cidade. Em 1967 chega no povoado o senhor Cardoso, que no início da década de 70 juntamente como os senhores Timóteo e Cândido Pereira de Sousa começam a organizar os católicos em pequenas rezas nas casas dando início a uma comunidade Eclesial.
Em 1972 Padre Mario Racca, de Carutapera celebra a primeira missa na atual cidade de Centro Novo do Maranhão.
No início da década de 80 os senhores Raimundo Severo e Zé Peixe constroem a primeira igreja da cidade na esquina da Rua da Igreja com a Rua 13 de maio. Em 1991 os padres Combonianos juntamente com a comunidade constroem uma igreja de alvenaria na Avenida Getúlio Vargas.  E em 1992 é realizado o primeiro festejo de São Pedro, que foi o padroeiro escolhido pela própria comunidade e não pelos os padres combonianos.
A emancipação política da cidade aconteceu em 10 de novembro de 1994. E em 2004 é criada a Paróquia Nossa Senhora da Conceição em Maracaçumé e a comunidade de Centro Novo passa a pertencer a mesma, pois até então pertencia a Paróquia de Nossa Senhora do Perpetuo Socorro, de Boa Vista do Gurupi.
Em 12 de Julho de 2006 começa a construção da atual igreja matriz no mesmo terreno só que com a frente para a Avenida JK.

A EREÇÃO DA PARÓQUIA

No dia 30 de Setembro de 2012 Dom Carlo Ellena, ordena Sacerdote em Cândido Mendes-MA o jovem Elinaldo Cardoso Nunes, o Padre Nunes. E em outubro no mesmo ano anuncia a criação da paróquia de Centro Novo e a nomeação de Padre Nunes como seu pároco.
Desta forma, em 8 de Dezembro de 2012, Dom Carlo assina o decreto de Ereção da Paróquia de São Pedro Apostolo em Centro Novo do Maranhão e também o decreto de nomeação de Padre Nunes como seu primeiro pároco.   E assim, é marcada a posse para o dia 06 de Janeiro de 2013.
O dia 06 de janeiro foi um dia normal como qualquer outro, mas não para os católicos de Centro Novo que iriam receber seu primeiro padre. Nas primeiras horas do dia começou chegar as caravanas. A primeira foi a caravana da família de padre Nunes, que veio de Cândido Mendes, depois outras e mais outras.
As 8 horas já estavam muitos padres e caravanas na igreja. A jovem Fernanda expressa isto quando diz: “Eu nunca tinha visto tanto padres em Centro Novo.”
Depois de uma missa muito participada por todas as comunidades da nova paróquia houve um bonito almoço pra todos que estavam presentes.
Depois do almoço todos voltaram para suas casas felizes: as pessoas de centro Novo por ter um padre; Dom Carlo por ter criado mais uma paróquia; Padre Nunes por ser o pároco da cidade. E assim, a obra de Deus vai se realizando na Diocese de Zé Doca.

Texto de Pe. Elinaldo C. Nunes pároco de Centro Novo do Maranhão-MA.




   

EREÇÃO DA PARÓQUIA DE CENTRO DO GUILHERME

Atualmente Centro do Guilherme tem uma população de 12.565 habitantes (Censo 2010) e foi criado em 10 de novembro de 1994. Enquanto a organização do catolicismo local as comunidades Eclesiais tanta da sede do município como seus povoados sempre pertenceram a Paróquia Santa Teresinha do menino Jesus, de Presidente Médici.
E em outubro de 2012 Dom Carlo anuncia a criação da paróquia de Centro do Guilherme e a nomeação de Padre André Luis Brás Lima, como seu pároco.
Desta forma, em 8 de Dezembro de 2012, Dom Carlo assina o decreto de Ereção da Paróquia de São João Batista em Centro do Guilherme e também o decreto de nomeação de Padre André Brás como seu primeiro pároco.   E assim, é marcada a posse para o dia 05 de Janeiro de 2013.
O dia 05 de janeiro em Centro do Guilherme foi marcado por uma grande festa para receber seu primeiro padre. Os padres da Diocese de Zé Doca todos estavam presentes. Sem falar em representantes de todas as comunidades da nova paróquia.
Padre Andre Brás foi muito bem recebido pela comunidade local e também por representantes do poder civil. E assim, em clima de festa foi criada a 17º Paróquia da Diocese. Desejamos muito sucesso ao Pe. André na sua nova missão.

Texto de Padre Elinaldo C. Nunes pároco de Centro Novo do Maranhão-MA