OBJETIVO GERAL


OBJETIVO GERAL:
Evangelizar a partir de Jesus Cristo e na força do Espírito Santo, como Igreja discípula, missionária, profética e misericordiosa, alimentada pela Palavra de Deus e pela Eucaristia, à luz da evangélica opção preferencial pelos pobres, para que todos tenham vida (Jo 10,10), rumo ao Reino definitivo.


quarta-feira, 5 de novembro de 2014

Ao Deixar o Serviço Pastoral da Diocese de Zé Doca - MA (2014)



  Se a vida pode ser comparada com um livro, que vem sendo escrito ao longo dos anos, os capítulos ou as páginas dele, no meu caso, estão para receber a palavra "fim", melhor "Amém", "A Deus".
   Nascem, espontâneos, sentimentos-pedidos de perdão ao Deus de toda misericórdia, aos irmãos e irmãs pelos muitos erros que macularam e borraram as páginas do meu Livro da Vida; sentimentos de gratidão a Deus pelas incontáveis graças e confianças por Ele a mim concedidas; admiração e reconhecimento a quantos e quantas encontrei ao longo do meu caminho de Cristão, Sacerdote e Bispo: todos me ajudaram sem eles saber como e quando. Fiquei, e estou ainda, encantado por tanta bondade: ninguém me está devendo nada, mas eu estou
devendo tanto amor a todos.
  A todos os Sacerdotes, trabalhadores incansáveis na vinha do Senhor nas Paróquias e Seminários da Diocese de Zé Doca, particularmente a quantos tive a alegria de Consagrar, o meu carinho e o meu amor. Não esqueço, neste momento, de agradecer aos Religiosos/as, catequistas, animadores/as e todo o
povo de Deus.
    E nasce, no meu coração, uma

ORAÇÃO

Senhor, vem colocar algo de novo em mim, no lugar
de quanto, pouco a pouco, vem faltando com o passar
dos anos.
Coloca em mim um Amor maior, uma simplicidade
serena, uma delicadeza mais profunda. No lugar do entusiasmo,
coloca em mim um sorriso de bondade para
todos; ajuda-me a compreender o meu próximo, a interessar-
me aos seus problemas e a nunca ser uma nuvem
escura que entristece, e sim uma luz discreta que
alegra.
Faz com que a memória me conceda de lembrar as
coisas mais belas, bonitas e melhores que existem na
vida, para compartilhá-las com os outros e alegrar-me
da alegria deles.
Faz, Senhor, que a minha vontade se dobre amoravelmente
aos justos desejos dos que me arrodeiam; que
a minha fé, humildemente e discretamente, se irradie
pelo testemunho e nunca se apague.
Faz, Senhor, que a minha inteligência aceite com humildade
de perceber que está menos ativa, brilhante e
rápida; faz, porém, que sempre se aplique na procura
e no conhecimento de Ti, para compreender melhor a
vida eterna que espero ardorosamente. Amém.

+ Carlo Ellena
Na véspera de se tornar Bispo emérito de Zé Doca - MA 

Nenhum comentário:

Postar um comentário