OBJETIVO GERAL


OBJETIVO GERAL:
Evangelizar a partir de Jesus Cristo e na força do Espírito Santo, como Igreja discípula, missionária, profética e misericordiosa, alimentada pela Palavra de Deus e pela Eucaristia, à luz da evangélica opção preferencial pelos pobres, para que todos tenham vida (Jo 10,10), rumo ao Reino definitivo.


quinta-feira, 21 de dezembro de 2017

NOMEADO NOVO BISPO PARA DIOCESE DE CAXIAS DO MARANHÃO (MA)




       Papa Francisco nomeou na manhã desta quarta-feira, 20, Dom Sebastião Lima Duarte como bispo da diocese de Caxias do Maranhão (MA). Até então, ele era bispo da sede episcopal de Viana, localizada no mesmo estado. A notícia foi publicada no Jornal “L’Osservatore Romano”.

  Dom Sebastião Lima Duarte
       O novo bispo de Caxias do Maranhão foi o quinto bispo de Viana e estava lá desde julho de 2010. Dom Sebastião Lima Duarte nasceu em 1964, em Carutapera (MA). Fez seus estudos eclesiásticos no Instituto de Estudos Superiores do Maranhão (1985-1991) e, logo depois, mudou-se para Roma. Lá, se formou no Instituto Patrístico Augustinianum (1995-1998).

       Dom Sebastião, que faz aniversário de ordenação presbiteral no dia 30 de novembro, foi ordenado padre em 1991 e tem como lema episcopal: “Fiat voluntas tua”. Dom Leonardo Steiner, secretário-geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), enviou uma saudação em nome da Conferência ao novo bispo de Caxias do Maranhão.

       Saudação da CNBB a dom Sebastião Lima Duarte

Brasília, 20 de dezembro de 2017




Prezado Irmão, dom Sebastião Lima Duarte.

       A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) acolhe, com alegria, sua nomeação como bispo da Diocese de Caxias do Maranhão (MA), anunciada hoje, 20 de dezembro, pelo Papa Francisco. E renovamos nossa gratidão pelo apreço do Santo Padre manifestado na solicitude de enviar pastores para nossas Igrejas Particulares.

       Nos unimos às comunidades de Viana (MA) que o acolheu nos últimos 7 anos e agradecemos pelo seu pastoreio.

Saudamos sua transferência com as palavras que o Papa Francisco dirigiu aos bispos italianos em maio de 2014: “Ide ao encontro de quem quer que pergunte a razão da vossa esperança: acolhei a sua cultura, transmiti-lhe respeitosamente a memória da fé e a companhia da Igreja e em seguida os sinais da fraternidade, da gratidão e da solidariedade, que antecipam nos dias do homem os reflexos do Domingo que não conhece ocaso”.

Renovamos o compromisso de união fraterna com o senhor e fazemos nossas preces para que seu ministério episcopal seja fecundo.

Em Cristo,

Dom Leonardo Ulrich Steiner
Bispo Auxiliar de Brasília
Secretário-Geral da CNBB


Nenhum comentário:

Postar um comentário