OBJETIVO GERAL


OBJETIVO GERAL:
Evangelizar a partir de Jesus Cristo e na força do Espírito Santo, como Igreja discípula, missionária, profética e misericordiosa, alimentada pela Palavra de Deus e pela Eucaristia, à luz da evangélica opção preferencial pelos pobres, para que todos tenham vida (Jo 10,10), rumo ao Reino definitivo.


quinta-feira, 13 de dezembro de 2018

PARÓQUIA SÃO SEBASTIÃO EM CARUTAPERA, ANUNCIA A VISITA DA IMAGEM PEREGRINA DE NOSSA SENHORA DE NAZARÉ.


     Nesta terça feira, 11 de dezembro, durante a Santa Missa de lançamento do cartaz da Festividade de São Sebastião 2019, padre Agnaldo, pároco de Carutapera, anunciou a toda comunidade, que depois de extensas conversas  com a diretoria do Círio de Nazaré e a Arquidiocese de Belém do Pará, ficou acordado a visita da imagem peregrina de Nossa Senhora de Nazaré,   durante o festejo do padroeiro da cidade. Ressalta-se ainda, o apoio do bispo diocesano D. João Kot com a assinatura  do ofício enviado à diretoria.

     O litoral de nossa Diocese de Zé Doca, que compreende as cidades de Carutapera, Luís Domingues, Godofredo Viana, Amapá do Maranhão e Cândido Mendes, sempre cultivou ao longo dos anos, além de uma proximidade territorial, uma relação de fé e devoção com o Círio de Nazaré que é realizado todos os anos em Belém do Pará. Nota-se isso, por exemplo, nos muitos festejos dedicados a Virgem Santíssima com essa denominação em muitas comunidades destas paróquias. 

     A comunidade paroquial de Carutapera, que vivenciará a festa de seu padroeiro entre 11 e 20 de janeiro de 2019, já prepara com grande alegria esse momento singular de oração e devoção.  Uma programação especial está sendo estruturada como recepção, carreata, caminhada, santo terço, celebração da Santa Missa e show religioso.  Padre Agnaldo, acredita que será um momento de muita emoção e fé, pois  são muitos os devotos de Nossa Senhora de Nazaré.

Pastoral da comunicação da Paróquia São Sebastião






















segunda-feira, 10 de dezembro de 2018

ATENÇÃO…!!! A DIOCESE LANÇA O LIVRO: "HORA SANTA VOCACIONAL"



            A Diocese de Zé Doca faz o lançamento do livro: "Hora Santa Vocacional". O livro tem como principal objetivo despertar e implantar na Diocese uma cultura vocacional, onde muitos jovens são chamados à uma vida de oblação em vista do reino de Deus. O material traz uma leitura bíblica, preces e a oração diocesana pelas vocações. 


Contamos com a vossa colaboração!

       Reze conosco pelas vocações e ajude os jovens a descobrirem a sua vocação. 

    O livro custa apenas (R$ 3,00), três reais. Adquira já o seu!!







quinta-feira, 6 de dezembro de 2018

POR QUE MARIA?


Artigo para dia 05 de dezembro de 2018, quarta-feira:

                           POR QUE MARIA?

                                                          Dom Fernando Arêas Rifan*

       No próximo dia 8, celebraremos a Imaculada Conceição de Nossa Senhora, ou seja, honraremos o privilégio singular concedido por Deus à Virgem Maria, escolhida para a Mãe de Jesus, o Filho de Deus encarnado, Salvador do gênero humano, preservando-a, em vista dos méritos dele, desde a sua concepção, da herança do pecado original.
      Este pecado original, em Adão uma falta voluntária, nos outros homens se constitui na privação da graça divina, que havia sido concedida a toda a humanidade na pessoa do primeiro homem. A graça, por ele perdida para si e para todos os seus descendentes, foi recuperada pelo segundo Adão, Jesus Cristo, pela sua Redenção, que nos alcança e santifica através do Batismo. 
     Ora, Deus havia prometido, no momento do pecado de Adão, que uma mulher com o seu filho, o futuro Salvador, venceria completamente o demônio. Não teria, pois, nenhum pecado. Não teria, em nenhum instante, a menor privação da graça divina. Por isso, essa mulher especial, Maria, escolhida para a Mãe do Redentor, foi saudada pelo Anjo mensageiro de Deus com as palavras: “Ave, ó cheia de graça (agraciada de modo especial) ..., bendita entre as mulheres”, ou seja, sem pecado (privação da graça). A Redenção de Cristo a atingiu, de modo preventivo, preservando-a, por privilégio único, do pecado que atinge a todos os homens. 
      A Imaculada Conceição de Maria tem muito a ver com o Brasil. Em 1646, o Rei Dom João IV consagrou a Nossa Senhora da Conceição Portugal e todos os seus domínios, nos quais estava incluído o Brasil. E a padroeira oficial do Brasil é Nossa Senhora da Conceição, vulgarmente chamada de Aparecida. 
 Mas, por que honramos Maria, de modo tão especial? 
   “O nosso mediador é só um, segundo a palavra do Apóstolo: ‘não há senão um Deus e um mediador entre Deus e os homens, o homem Jesus Cristo, que Se entregou a Si mesmo para redenção de todos’ (1 Tim. 2, 5-6). Mas a função maternal de Maria em relação aos homens de modo algum ofusca ou diminui esta única mediação de Cristo; manifesta antes a sua eficácia. Com efeito, todo o influxo salvador da Virgem Santíssima sobre os homens se deve ao beneplácito divino e não a qualquer necessidade; deriva da abundância dos méritos de Cristo, funda-se na Sua mediação e dela depende inteiramente, haurindo aí toda a sua eficácia; de modo nenhum impede a união imediata dos fiéis com Cristo, antes a favorece” (Lumen Gentium 60).
   “A Virgem Santíssima, predestinada para Mãe de Deus desde toda a eternidade simultaneamente com a encarnação do Verbo, por disposição da divina Providência foi na terra a nobre Mãe do divino Redentor, a Sua mais generosa cooperadora e a escrava humilde do Senhor. Concebendo, gerando e alimentando a Cristo, apresentando-O ao Pai no templo, padecendo com Ele quando agonizava na cruz, cooperou de modo singular, com a sua fé, esperança e ardente caridade, na obra do Salvador, para restaurar nas almas a vida sobrenatural. É por esta razão nossa mãe na ordem da graça” (Lumen Gentium 61).

  *Bispo da Administração Apostólica Pessoal São João Maria Vianney
 http://domfernandorifan.blogspot.com.br/



segunda-feira, 26 de novembro de 2018

POSSE CANÔNICA DO PADRE NATO ALMEIDA EM PRESIDENTE MÉDICI


“Lembra-te de que a Eucaristia é ápice e fonte de todo culto e da vida cristã. Por isso, zela com todo o cuidado para que a Eucaristia seja o centro de toda a ação pastoral e de toda a vida da Paróquia”.

O novo Pároco da Paróquia Santa Terezinha do Menino Jesus, Padre Raimundo Pereira de Almeida (Nato), tomou posse no dia 24 de novembro, na praça da igreja Matriz de Presidente Médici. Dom João Kot, OMI, Bispo Diocesano presidiu a Santa Missa de posse, concelebrada por Padre Francisco Morais, Padre Cosmo Almeida, Padre Romildo Gois, Padre Alvelino Santos, Padre Máximo Verde, Padre Saris Verde e Padre Cláudio Roberto da Arquidiocese de São Luís.

A Celebração Eucarística contou com a presença de Religiosas (Irmãs Missionárias do Santo Nome de Maria e Irmãs Missionárias Franciscanas de Susa), familiares de Padre Nato Almeida, fiéis das Paróquias da Forania de Santa Luzia e da Prefeita Municipal de Presidente Médici, Ilvane Freire Pinho que entregou a chave simbólica da cidade para o novo Pároco do município.

Toda a celebração foi marcada por fortes emoções. Nos ritos iniciais da Santa Missa, Padre Alvelino Santos leu o documento de nomeação e provisão do Pároco, e em seguida, Padre Nato Almeida professou a fé, conforme os cânones da Igreja. Dom João Kot entregou o Evangeliário para que Padre Nato Almeida proclamasse o Evangelho do dia, e após a homilia, o novo Pároco renovou as promessas sacerdotais e o juramento de fidelidade diante do Bispo Diocesano. Após a Solene Celebração, houve um momento de confraternização para todos os presentes.




  






terça-feira, 20 de novembro de 2018

POSSE CANÔNICA DO PADRE EMERSON ADRIANO EM SÃO JOÃO DO CARU

     No dia 16 de novembro, às 19h30, em São João do Caru, Padre Emerson Adriano tomou posse como Administrado Paroquial da Paróquia São João Batista. Dom João Kot, OMI, presidiu a Santa Missa de posse, concelebrada por vários padres (Padre André Brás, Padre José Raimundo da Silva, Padre Elinaldo Nunes, Padre Pedro Eduardo, Padre Sidney e Frei Alessandro Rodrigues).

     A celebração contou com a participação das Irmãs Missionárias Filhas de Jesus Crucificado, fieis da Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro de Governador Nunes Freire, além de inúmeros paroquianos de São João do Caru. Toda a cerimônia foi marcada por emoções fortes. Conforme o ritual de posse, foi lido o teor da provisão, conforme os cânones da Igreja. Dentre os momentos mais marcantes, destacaram-se a entrega do Evangeliário por Dom João ao Padre Emerson Adriano, para que este proclamasse o Evangelho do dia. Padre Emerson Adriano também proferiu a profissão de fé e o juramento de fidelidade. Na celebração, Dom João Kot entregou também a Padre Emerson Adriano os sinais que fazem parte do ministério: a chave da Igreja, a chave do Sacrário e uma estola roxa.

     Nos ritos finais, a vereador Nael proferiu uma mensagem de acolhida e o professor Luís, entregou a chave da cidade ao Administrador Paroquial, simbolizando que ele também é responsável pela cidade.

    Por fim, Padre Emerson Adriano deixou sua mensagem, expressando a gratidão pelo momento vivido no seu ministério presbiteral e convidou a todos para uma confraternização após a benção final.






















POSSE CANÔNICA DO PADRE ALVELINO SANTOS E INSTITUIÇÃO DOS MINISTROS DA PALAVRA EM CÂNDIDO MENDES



       A Paróquia Nossa Senhora da Conceição, em Cândido Mendes, acolheu na noite do feriado, 15 de novembro, seu novo Pároco, o Padre Alvelino da Silva Santos. A Santa Missa com a posse foi solenemente presidida por Dom João Kot, OMI, Bispo Diocesano, que também instituiu os Ministros da Palavra da Forania Nossa Senhora da Conceição, com a participação de vários presbíteros (Monsenhor Raimundo Brito, Padre Agnaldo Oliveira, Padre Henrique Baltazar, Padre Erenaldo Caxias, Padre Paulo Ricardo, Padre Nato Almeida, Padre José Raimundo Pinheiro, Padre Pedro Eduardo e Padre Leudo Santos). 

      A Celebração Eucarística contou com a presença das Irmãs Missionárias do Santo Nome de Maria, e das Irmãs Franciscanas da Beata Angelina, familiares de Padre Alvelino Santos e de fiéis das Paróquias da Forania de Nossa Senhora da Conceição.

        Nos ritos iniciais da Santa Missa, Padre Agnaldo Oliveira leu o documento de nomeação e provisão do Pároco e em seguida, Padre Alvelino Santos professou a fé, e após a homilia, renovou as promessas sacerdotais e o juramento de fidelidade diante de Dom João Kot. Após a comunhão eucarística, realizou-se o Rito de Instituição de Ministros da Palavra, momento em que Dom João Kot instituiu trinta e um Ministros da Palavra oriundos das Paróquias da Forania Nossa Senhora da Conceição. Após a Solene Celebração, houve um momento de confraternização para todos os presentes.










POSSE CANÔNICA DO PADRE PAULO RICARDO EM LUÍS DOMINGUES



No dia 14 de novembro, aconteceu a posse canônica do Padre Paulo Ricardo Teixeira Marques como Pároco da Paróquia São João Batista e Nossa Senhora de Nazaré em Luís Domingues. A Santa Missa foi solenemente presidida por Dom João Kot, OMI, Bispo Diocesano. Além de Padre Paulo Ricardo, que tomou posse da Paróquia, a Solene liturgia foi concelebrada por vários presbíteros (Monsenhor Raimundo Brito, Monsenhor Mário Racca, Padre Agnaldo Oliveira, Padre Henrique Baltazar, Padre Erenaldo Caxias, Padre Alvelino Santos, Padre Nato Almeida, Padre Pedro Eduardo e Padre Leudo Santos). 

A Celebração Eucarística contou com a presença de Religiosas (Irmãs Missionárias do Santo Nome de Maria, Irmãs Franciscanas da Beata Angelina e Irmãs Missionárias Franciscanas de Susa), familiares de Padre Paulo Ricardo, grande número de fiéis de Presidente Médici, fiéis das Paróquias da Forania de Nossa Senhora da Conceição, da Prefeita Municipal de Presidente Médici, Ilvane Freire Pinho e do Prefeito Municipal de Luís Domingues, Gilberto Braga  Queiroz, que entregou  a chave simbólica da cidade para o novo Pároco do município de Luís Domingues.

Nos ritos iniciais da Santa Missa, Padre Agnaldo Oliveira leu o documento de nomeação e provisão do Pároco e em seguida, Padre Paulo Ricardo professou a fé, e após a homilia, renovou as promessas sacerdotais e o juramento de fidelidade diante de Dom João Kot. Após a Solene Celebração, houve um momento de confraternização para todos os presentes.