OBJETIVO GERAL


OBJETIVO GERAL:
Evangelizar a partir de Jesus Cristo e na força do Espírito Santo, como Igreja discípula, missionária, profética e misericordiosa, alimentada pela Palavra de Deus e pela Eucaristia, à luz da evangélica opção preferencial pelos pobres, para que todos tenham vida (Jo 10,10), rumo ao Reino definitivo.


segunda-feira, 29 de junho de 2020

PARÓQUIA DE CARUTAPERA COMEMORA 63 ANOS DE VIDA SACERDOTAL DE MONSENHOR MÁRIO RACCA, APRESENTA SEU BRASÃO E INAUGURA CENTRO DE ATENDIMENTO


        Na manhã deste 29 de junho, a Paróquia de São Sebastião, da Cidade de Carutapera, celebrou com muita alegria os 63 anos de vida sacerdotal de Monsenhor Mário Racca. A emocionante Santa Missa contou com a presença de todos os padres da Forania Nossa Senhora da Conceição. Visivelmente emocionado, Monsenhor Mário Racca, falou em sua homilia de suas dificuldades durante o trajeto da formação sacerdotal, sua luta contra a saudade e as pessoas que encontrou nesta estrada. Dom João Kot, presente na celebração, mostrou-se admirado com o vigor e o sorriso sempre cativante do vigário emérito de Carutapera. 

        Na oportunidade, Pe. Agnaldo Oliveira, em nome de toda Paróquia homenageou Monsenhor Mário, enfatizando as múltiplas obras de evangelização e de caráter social, marcas de sua presença em terras Carutaperenses. Destaca-se também, que durante a Santa Missa, a homenagem dos leigos e leigas da Paróquia, enfocando sua trajetória de intenso trabalhos pastorais e sempre o lembrando como protagonista da evangelização durante décadas.

        Após a Santa Eucaristia todos os presentes foram convidados para participarem do cerimonial de apresentação do Brasão da Paróquia, sua oficialização teve como marco a leitura da ata e posterior explicação de sua composição.  Na oportunidade foi inaugurado o Centro de Atendimento Paroquial, espaço da antiga Barraca São Sebastião, que foi totalmente reformado e agora comporta a Secretaria Paroquial, Loja “O padroeiro” e salas de atendimento para os Padres residentes (Confissões, direção espiritual, aconselhamento pastoral, serviço burocrático). O prédio recebeu o nome de Padre Mário Racca, justa homenagem ao homem que dedica mais de 50 anos aos carutaperenses.










  



sexta-feira, 26 de junho de 2020

COMUNICADO EPISCOPAL: SOBRE ORDENAÇÃO DOS DIÁCONOS PERMANENTES E A ESCOLA DIACONAL


Comunicado Episcopal Nº 08/2020:
Sobre a ordenação dos Diáconos Permanentes
e a Escola Diaconal.

        Amados Filhos e Filhas de Deus e da nossa Diocese de Zé Doca, paz, bem e saúde, em Jesus Cristo. 

        O tempo de pandemia que estamos vivendo atrapalhou nossas programações, mas não pode impedir a realização dos nossos sonhos. A natureza que Deus criou nos ensina, que sobrevive aquele que tem capacidade de se adaptar e não fica paralisado diante dos obstáculos. 

   Depois de ouvir o parecer dos candidatos ao diaconato permanente, do Padre Romildo, Padre André e Padre Erenaldo. Depois de analisar e rezar sobre a nossa situação e a realidade, decidi o seguinte:


1. Vamos celebrar a Ordenação dos Diáconos Permanentes, turma 2016/2020, no sábado, 01 de agosto de 2020, na Catedral de Santo Antônio, na Missa, às 18.00 horas.

2. Poderão participar da Missa: os que serão ordenados e suas esposas, o Bispo, os Padres e os Seminaristas, as equipes de sacristia, de canto e de transmissão, eventualmente alguns coroinhas. Com o Pároco da Catedral, Padre Erenaldo já discutimos detalhes organizativos. 

3. Infelizmente, diante das restrições ainda vigentes não podemos celebrar com a participação maior da comunidade diocesana. Pedimos vossa compreensão, mas serão permitidas, além do candidato e sua esposa, apenas cinco (05) pessoas convidadas, por cada um deles. 


4. Dia 16 de junho de 2020 Padre Romildo foi empossado como o Reitor da nossa Escola Diaconal. E no mesmo dia iniciamos a distribuição, aos párocos, das cartas e das fichas de inscrição para a segunda turma dos diáconos permanentes (2021/2025) e esperamos até 31 de julho de 2020 receber as indicações.

5. Foi-me apresentado pelo Reitor da Escola Diaconal Bom Samaritano o candidato para o ofício do Diretor Espiritual. Então, confirmo e nomeio, o Revmo. Padre Márcio Júnior de Jesus Sodré para este serviço. Desde já agradeço pela vossa cooperação e boa vontade, e desejo aos senhores (os padres e os candidatos ao diaconato permanente, também suas famílias) uma abençoada e frutífera caminhada formativa. 

As minhas orações e as bênçãos envio.

Dom João Kot, OMI
Bispo Diocesano

Zé Doca, 26 de junho de 2020  

quarta-feira, 24 de junho de 2020

REUNIÃO DO CONSELHO PRESBITERAL




      O Conselho Presbiteral da Diocese de Zé Doca se reuniu na terça-feira, 16 de junho, em Maracaçumé. Sob a presidência do Bispo diocesano, Dom João Kot, OMI, a reunião teve como principal objetivo refletir acerca da atual situação imposta pela pandemia do coronavírus (COVID 19), suas consequências na evangelização, bem como os desafios para a retomada das atividades paroquiais e diocesanas. 

    A organização da Comissão Diocesana para Ministérios Leigos, a vida clerical, a formação presbiteral nos Seminários e a exitosa atuação da PASCOM nas paróquias durante a pandemia foram outros temas que se destacaram na reunião.



     Aproveitando a oportunidade, durante o encontro, Padre Manoel Romildo Cardoso Gois foi empossado como Reitor da Escola Diaconal Bom Samaritano de nossa Diocese.






terça-feira, 23 de junho de 2020

NOTA DE FALECIMENTO: PADRE CARLO SEMERIA


        A Diocese de Zé Doca - MA, vem através desta nota informar o falecimento de Padre Carlo Semeria (Italiano de Turim) que faleceu ontem dia 22 de junho de 2020 as 07h em sua casa na ilha de Marajó no PA. 

        Ao Padre Carlo Semeria nossa eterna GRATIDÃO pelo seu empenho, pelos trabalhos sociais e religiosos nas paróquias de Godofredo Viana e Luís Domingues. Em Godofredo Viana nos anos de 1992 a 2007 se dedicou aos trabalhos sociais tais como: associação comunitária, reativação da granja, projeto de hortas para comunidades rurais, ajuda aos pescadores com a reativação da fábrica de gelo. E para oferecer trabalho para jovens criou uma movelaria, uma oficina mecânica e uma ótica. Dentre os muitos trabalhos realizados na Igreja destacamos a reativação da voz paroquial, a compra de lancha para as visitas nas comunidades praianas, iniciou o projeto de uma radio comunitária para a paroquia, fez muitas visitas pelos interiores onde reativou comunidades que estavam cansadas e esquecidas. Para melhorar a educação trouxe os irmãos Lassalistas para ministrar o ensino fundamental.   Empenhou-se na realização do Círio com mais visitas as famílias e peregrinações nas comunidades. Incentivou o dizimo para a manutenção da Igreja. Como músico criou uma banda de música vinculada a Associação.

        Em Luís Domingues, durante o período de 2003 a 2010, dedicou-se à evangelização e à construção da atual Igreja Matriz inaugurada em 2008. Neste mesmo período, atendeu também às comunidades de Amapá do Maranhão prestando relevantes serviços ao povo de lá.

        Por tantos serviços e doações prestadas ao povo de nossa Diocese, expressamos nossas condolências e saudações fraternas.

Saudades eternas!

Dom João KOT, OMI, Padres, Religiosos e Religiosas e todo povo de Deus da Diocese de Doca - MA. 





quinta-feira, 18 de junho de 2020

COMUNICADO DIOCESANO: NOTA AO POVO DA DIOCESE DE ZÉ DOCA




Nota ao Povo da Diocese de Zé Doca

        Amados Filhos e Filhas de Deus, o Clero, as Religiosas, os Religiosos e as Lideranças Leigas.  

        Saudações em Cristo Jesus e as minhas orações envio.

        Aos 16 de junho de 2020, reuniu-se o Conselho Presbiteral da nossa Diocese e entre os assuntos tratados discutimos a última Portaria do Governo Estadual (Portaria Nº 038, de 10 de junho de 2020).

1.      GRATIDÃO: quero em nome de todos agradecer ao nosso Povo, pela postura e a serenidade exemplares no enfrentamento desta multipandemia: sanitária, social, econômica e política. A nossa admiração por vocês, Filhos e Filhas de Deus, cresce a cada dia, ao observar a vossa dedicação nos serviços das comunidades e da Igreja; na dedicação, na qualidade e na quantidade das transmissões.

    Que bom que vocês não deixaram de celebrar suas festas por razão da pandemia, mas as promovendo estão dando muita força aqueles que têm sede de mensagens boas e estimuladoras. Depois poderá se fazer, ao longo do ano, outros eventos, mas agora o que importa, é motivar os nossos irmãos e irmãs na fé. É verdade que são lugares onde falta a internet, mas também temos muito mais lugares onde podemos e devemos marcar nossa presença.

    Agradeço pela dedicação dos nossos padres, nossas irmãs e nossos irmãos da vida consagrada, nossos seminaristas de São Luís; todos vocês com dedicação continuam firmes e virtualmente presentes ao lado do nosso Povo. Agradeço aos nossos dizimistas por nos ajudarem na manutenção das nossas despesas paroquiais e diocesanas. Graças a vossa fidelidade, as paróquias podem se manter e ainda fazer os investimentos para melhorar o funcionamento dos equipamentos de transmissão.

2.      PORTARIA: com muita atenção recebemos a informação sobre a possível abertura das igrejas. Mas a leitura minuciosa do documento apagou logo as esperanças. O que se percebe: podem abrir, mas as condições e as exigências são estas. E quando a administração local ainda caprichar na criatividade, as coisas engrossam. Pergunta que não quer calar: qual igreja, qual paróquia consegue cumprir o determinado? Qual é a verdadeira motivação desta portaria?

   Alguns dias atrás uma pessoa me presenteou com o seguinte pensamento: ”os políticos não conhecem nem o ódio, nem o amor. São conduzidos pelo interesse e não pelo sentimento” (atribuído a Philip Chesterfield). Sinceramente espero que não seja nossa realidade.

3.      REFLEXÃO: sem dúvida nenhuma sou uma das pessoas que quer a volta das igrejas abertas, o mais rápido possível. Quero que nossas igrejas possam acolher livremente, sem ter que fazer seleção pela idade, a temperatura do corpo, investigar histórico de doenças ou qualquer outro quesito. Sonho com a liberdade verdadeira e não apenas dosada, gradual, parcial, de favor. Que vida comunitária é esta? - me pergunto. É uma comunidade mesmo (?) quando fiscalizamos quem pode ou não entrar, e geralmente os que mais precisam devem ficar do lado de fora (leiam o artigo de Dom José Carlos que publicamos no blog, 28 de abril de 2020).

    Parece, segundo os boletins municipais, que o número de infectados não está caindo, pelo contrário. Observa-se, como alguns dizem – interiorização da pandemia. O que vale na capital do estado, não se aplica aos municípios do interior. Não tem comparação, lá há estrutura hospitalar, os planos de saúde e outros recursos imediatos são mais fácil de encontrar e aplicar.

4.      DECISÃO: longe de mim proibir a abertura de qualquer igreja paroquial ou capela, se é possível fazer. Só permito a abertura depois de receber da paróquia uma declaração (o modelo vamos enviar pelo e-mail) onde devem constar as informações: que o Pároco reuniu os Conselhos Paroquiais (Pastoral e Econômico) e depois da leitura da Portaria Nº 038 e do decreto municipal, chegarem à conclusão que têm as condições de cumprir as exigências determinadas pelas autoridades e se responsabilizar pelo seu descumprimento. Na declaração devem constar as assinaturas de todos, com a atividade exercida na paróquia e CPF, para as garantias futuras.

    Até o final de semana 04/05 de julho de 2020 ainda vale o Decreto Episcopal sobre a pandemia do COVID-19 (publicado no blog no dia 20 de março). Podemos esperar mais um pouco, é o tempo seguro para as paróquias se prepararem para debater e assumir possível a abertura. É o tempo para entregar a declaração determinada pela Diocese. E quem sabe, se não acontecer algum milagre.

5.      CONCLUSÃO: na liturgia do dia 12 de outubro, quando comemoramos Nossa Senhora Aparecida, a primeira leitura relata um fato da vida da rainha Ester. Ela se arrisca, coloca-se diante do rei e ao receber uma oferta generosa de ganhar até a metade do reino, a rejeita (Ester, capítulos 5 a 7), tudo faz com muito cuidado, muita humildade, esperteza e sabedoria. Para finalizar, na hora certa apresenta o pedido: “Se achei graça a teus olhos, ó rei, e se te agrada, concede-me a vida, pela qual suplico, e a vida do meu povo, pelo qual te peço” (Est 7, 3).

6.       Ao concluir a Nota, garanto a todos que o único desejo que os padres, membros do Conselho Presbiteral, e eu temos, é este: salvar a vida do nosso povo. Não foi fácil decidir o que decidimos, mas não queremos negociar a vida e a saúde dos nossos Irmãos e nossas Irmãs, pelos bens mundanos. Não queremos contribuir com a proliferação do COVID-19.

     E o que ganhamos com isso? Com certeza, mais incertezas, dores de cabeça, como vamos nos manter e outras preocupações. Pode se receber até o desprezo e as críticas de alguns, mas isto faz parte da responsabilidade que assumimos. Nada do que é material vai preencher a falta que irão fazer os que, por causa do nosso descuido forem arrancados do nosso meio, para sempre. Não tenho dúvidas que Deus está no comando de tudo, que OS DIAS MELHORES ESTÃO CHEGANDO E QUE, NÃO QUEREMOS QUE ALGUÉM FALTE.
  
 A bênção de Deus, Todo Poderoso, + o Pai e + o Filho e + o Espírito Santo, desça sobre vós e permaneça para sempre. Amém.

Dom João Kot, OMI
Bispo Diocesano

Zé Doca, 17 de junho de 2020.


segunda-feira, 15 de junho de 2020

SANTUÁRIO DIOCESANO NOSSA SENHORA DE NAZARÉ CELEBRARÁ COM ALEGRIA O 92º CÍRIO DE NAZARÉ DA VILA DE ESTANDARTE


        No próximo dia 06 de agosto de 2020, o Santuário Diocesano de Nossa Senhora de Nazaré, situado na vila-distrito de Estandarte, cidade de Cândido Mendes, Paróquia Nossa Senhora Imaculada Conceição, Diocese de Zé Doca- MA, celebrará com alegria a abertura da novena Mariana, que marca o segundo ano de ereção do santuário diocesano, erigido por decreto de Nosso Bispo Diocesano Dom João Kot, OMI, no litoral maranhense e 92º Círio de Nazaré.

        A Festa de Nossa Senhora de Nazaré tem lugar de destaque, pois ao longo de sua existência, tem produzido frutos de fé, concórdia e esperança, seja pelas peregrinações em preparação, seja pelo número de devotos que formam romarias, seja pela perseverança do povo de Deus que caminha em missão. Atualmente o Padre Alvelino Santos, como reitor do santuário diocesano dedica-se a atender as necessidades pastorais, zelando pela fé do povo, levando a alegria do evangelho nas famílias, edificando a comunidade eclesial missionária com a iniciação à vida cristã.

        Missão que agradecemos a Deus, por ser iniciada a mais de um século, pelos padres missionários Jesuítas, Frades Capuchinos e fiéis leigos que inicialmente com as novenas de Nossa Senhora, organizado ao redor do povoado, sendo registrado o primeiro círio, há mais de noventa anos, assim por inspiração divina no ano passado (2019) tornando a Igreja da Comunidade, um santuário diocesano em desempenho as raízes históricas e religiosas, fruto do êxodo de pessoas, peregrinos de distintas regiões para esse local, que trazem motivos especiais - promessa, devoção, alívio para o seu sofrimento com a finalidade de alcançar o seu desígnio aspirado em Deus.

        Em preparação a esse momento festivo, a Imagem Secular de Nossa Senhora de Nazaré, da vila de Estandarte, recebeu uma sutil restauração, a mesma imagem trazida de Belém do Pará a mais de 94 anos, por uma devota da Mãe Santíssima, agora se encontra no glória do Santuário. Neste ano o cartaz do Círio de Nazaré retrata o manto do ano passado que homenagearam as Romarias, destacando o Santuário de Nazaré, outro elemento é a paisagem do cenário amazônico em referência ao Sínodo da Amazônia 2019, barcos às velas, flores e arabesco. Assim como a corda, a berlinda que conduz a Imagem de Nossa Senhora de Nazaré.

        O tema "Maria Partiu Apressadamente Para Servir à Isabel (Lc 1,39)" e Lema: “Ama o próximo como a ti mesmo” (Mt 22,39) refletem ao tema da Campanha da Fraternidade 2020. Por ser ano que mundo enfrenta uma Pandemia e não estando isento da função de zelar pela vida as reflexões e ações deste círio serão inovadoras com a cobertura pelos meios de comunicação, com oferta e cumprimento das medidas de segurança e higiene, não diminuindo a fé em Deus e devoção dos fiéis. Encontra-se programado neste ano (2020) ás peregrinações de 20 de julho a 05 de agosto, abertura da Novenário Nazareno em 06 de agosto, com alusão do 1º ano de ereção do santuário diocesano e encerramento com a procissão e Santa Missa dia 14 de agosto na praça santuário.

OBSERVAÇÃO IMPORTANTE: Com a autorização do Nosso Bispo Dom João Kot, OMI programamos de maneira normal às atividades do círio. Porém, segundo ressaltou o Bispo, preocupado com a saúde e o bem dos fiéis, será levado em conta o desenrolar dos acontecimentos da pandemia no que se refere à vigilância sanitária, podendo nos dias do acontecimento do círio haver modificações necessárias em vista da preservação da vida de todos com responsabilidade.

        Pedimos a Deus bênçãos e graças por intercessão de Nossa Senhora de Nazaré, para toda nossa Diocese de Zé Doca e ao mundo inteiro.

        Viva Nossa Senhora de Nazaré!

        Méritos em Cristo com Maria: - Reitoria, equipe do Santuário e colaboradores diversos.

Cândido Mendes, MA, 15 de junho de 2020.