OBJETIVO GERAL


OBJETIVO GERAL:
Evangelizar a partir de Jesus Cristo e na força do Espírito Santo, como Igreja discípula, missionária, profética e misericordiosa, alimentada pela Palavra de Deus e pela Eucaristia, à luz da evangélica opção preferencial pelos pobres, para que todos tenham vida (Jo 10,10), rumo ao Reino definitivo.


terça-feira, 31 de maio de 2016

ENCONTRO DIOCESANO DE CATEQUESE


Dia 07 de Maio em Presidente Médici, aconteceu o encontro com os coordenadores de catequese de nossa Diocese, foi verdadeiramente um bom encontro estiveram presentes os coordenadores e outros catequistas de 15 paroquias de nossa Diocese, eram 33 catequistas, a presença agradável de apoio e incentivo de nosso Bispo D. João e contamos também com presença de Pe. Valdeci e Pe. João Batista que estiveram conosco o todo o dia.

Foi um dia bem proveitoso, após um momento de Oração D. João partilhou conosco algumas orientações e preocupações sobre a caminhada catequética nacional. Iniciou agradecendo o serviço dos catequistas na Diocese e incentivando a perseverarem no mesmo, nos falou da grande preocupação quanto ao tempo em que devemos catequizar: Catequizandos do séc. XXI, catequistas do Séc. XX e métodos do séc. XXI. E disse que nós precisamos estar sempre em comunhão com toda a Igreja para formarmos comunidades catequizadoras. E como foi agradável essas partilhas de ambas as partes. Tudo que D. João nos falou só reforçou nosso desejo de continuarmos nossa bela missão. Obrigada. A tarde partilhamos nossa caminhada catequética em nossas paróquias e foi gratificante ver que estamos dando passos de qualidade sentir o esforço e zelo de cada catequista.

Para facilitar nosso trabalho na Diocese foi Criada uma Equipe Diocesana com representantes das 4 foranias, sendo que cada forania tem dois representantes:


  •    Forania Santo Antônio: Maria Eliane R da Silva – São João do Caru e Railson Silva - Bom Jardim.
  •    Forania Santa Luzia: Raqueline S. da Silva - Araguanã e Francilene Mafra - Nova Olinda
  •    Forania São Pedro: Eliude dos Santos- Maranhãozinho e Sandra Maria – Gurupi
  •   Forania N.S da Conceição: Raimundo ( Japão) – Luís Domingues e Tatiane Veras – Amapá.

Nosso encontro de julho vamos realizá-lo nas foranias nos dias 22 a 24 (data já no Calendário Diocesano)

Quero agradecer a aos nossos queridos Sacerdotes pelo apoio e por permitir que esse encontro fosse de fato um dia gratificante para nosso serviço e a D. João por acreditar em nossa contribuição no serviço de evangelização e a cada catequista que se dispõe a ser um catequizador levando o alegre anuncio de Jesus Cristo a todos com amor e doação.

Com carinho
Ir. Deuseni Matos










sexta-feira, 20 de maio de 2016

COLETA NACIONAL EM BENEFÍCIO DO XVII CONGRESSO EUCARÍSTICO NACIONAL E COLETA ÓBOLO DE SÃO PEDRO

        Amados Filhos e Filhas de Deus da Diocese de Zé Doca, saudações em Jesus Cristo.

         Peço encarecidamente, para que possam ajudar a Santa Igreja nas campanhas abaixo:


1º Durante a 54ª Assembleia Geral da CNBB, a partir da solicitação da Arquidiocese de Belém do Pará, foi convocada uma coleta Nacional em benefício do XVII Congresso Eucarístico Nacional, a ser realizada no 11º Domingo do Tempo Comum, dias 11 e 12 de junho de 2016. O resultado da Coleta será destinado ao custeio das despesas do Congresso Eucarístico. Se em ocasiões anteriores foi fundamental e bem recebida a participação de todo o Brasil, mais ainda se faz agora necessária, pelas dificuldades encontradas pela própria Arquidiocese no enfrentamento de todas as despesas (trecho da carta da Presidência da CNBB).






2º A coleta, chamada ÓBOLO DE SÃO PEDRO, e é feita na Solenidade dos Apóstolos São Pedro e São Paulo, que é uma contribuição dos fiéis católicos do mundo inteiro com as despesas do Papa e da Santa Sé. 




3º Peço aos Párocos e suas equipes econômicas, que prestem atenção as datas de repasse das referidas coletas. A Diocese tem prazos para fazer prestações de contas, e as coletas entregues atrasadas só criam problemas nos relatórios finais e na campanha.

+Dom João Kot, OMI
Bispo de Zé Doca - MA

COMUNICADOS DIOCESANO: PRESTAÇÃO DE CONTAS



Amados Filhos e Filhas de Deus da Diocese de Zé Doca, saudações em Jesus Cristo.

É bom que todo o nosso povo saiba como estão os resultados da nossa participação nas coletas nacionais. Por esta razão, primeiro vamos fazer a prestação de contas das últimas coletas para depois pedir a colaboração futura. 

1º Coleta para a Campanha Missionária – outubro de 2015
Nos saímos muito bem. PARABENS! No nosso Regional Nordeste V (Maranhão), fomos a quinta diocese que mais contribuiu:




2° Coleta para a Campanha da Fraternidade/2016 e Lugares Santos/2016 (Sexta Feira da Paixão):





3° Como todos podem perceber, de grão em grão e a gente consegui colaborar significativamente com a Igreja em geral e com nossos Irmãos e Irmãs em necessidades. MUITO OBRIGADO POR CADA DOAÇÃO SUA.


+Dom João Kot, OMI
Bispo de Zé Doca - MA

A ALMA DA IGREJA

                                                           Dom Fernando Arêas Rifan*
     Deus, ao criar Adão, o primeiro homem, após formar o seu corpo do pó do solo, soprou sobre ele um “sopro de vida”, surgindo assim o ser humano completo, corpo e alma (Gn 2, 7).

       Assim Jesus, durante sua vida pública, formou o corpo da Igreja: convocou os Apóstolos, a quem deu a sua autoridade, escolheu Pedro para o chefe, a “pedra”, e deu-lhes o poder de transmitir a graça e os seus ensinamentos. Estava formada a hierarquia, a Igreja docente, que, junto com os outros discípulos, a Igreja discente, formava o corpo da Igreja. Faltava agora a alma, o sopro da vida. Sopro em latim é “spiritus”. Sopro divino, a alma da Igreja, é o Espírito Santo, que Jesus enviou sobre os Apóstolos, sobre a sua nascente Igreja. Agora a obra está completa. A festa de Pentecostes, na qual celebramos a vinda do Espírito Santo sobre a Igreja, na pessoa dos Apóstolos reunidos com Nossa Senhora (Atos 1, 13-14), é a inauguração oficial da Igreja de Cristo, seu Corpo Místico vivo, pela ação do Espírito Santo.

      Foi o Espírito Santo que completou a obra de Cristo, santificando os Apóstolos, transformando-os de fracos em fortes, de medrosos em corajosos, de ignorantes em sábios, para assim pregarem o Evangelho de Jesus a todos os povos, enfrentando a sabedoria pagã, as perseguições e até a morte, pela causa de Cristo. E até hoje, é o Espírito Santo que dá força aos mártires, testemunhas do Evangelho até o derramamento do sangue, o vigor aos missionários e pregadores, a ciência aos doutores, a pureza às virgens, a perseverança aos justos e a conversão aos pecadores. É o Espírito Santo que garante a indefectibilidade e a infalibilidade à Igreja, até ao fim do mundo. Nenhuma sociedade humana sobreviveria a tantas perseguições, tantas heresias e cismas, tantos inimigos externos e internos, tanta gente ruim no seu seio (nós, por exemplo!), leigos, padres, Bispos e Papas ruins, tantos escândalos da parte dos seus membros, tantas dificuldades, se não fosse a ação do Espírito Santo que a mantém incólume no meio de todas essas tempestades, até a consumação dos séculos. 

        É essa ação do Espírito Santo que produziu os santos, que fazem a glória da Igreja, e são milhares e milhares. Conhecemos alguns por nome, respeitados por todo o mundo, mesmo pelos não católicos e não cristãos: quem não respeita e admira a santidade de um São Francisco de Assis, a ciência de um Santo Agostinho, um São Jerônimo e um Santo Tomás de Aquino, a firmeza de São Sebastião, a pureza de Santa Inês e Santa Cecília, a candura de Santa Teresinha do Menino Jesus, a caridade da Beata Teresa de Calcutá e da Beata Dulce dos Pobres, etc. É o Espírito Santo, presente na Igreja, que cumpre a promessa de Jesus: “Eis que estou convosco todos os dias, até o fim dos tempos” (Mt 28, 20).

      A Igreja reproduz a condição do seu Divino Fundador, Jesus, Deus e homem. Como Deus, perfeitíssimo como o Pai, como homem, sujeito a fraquezas como nós, exceto no pecado. Também a Igreja é divina nos seus ensinamentos, graça e perfeição, pela presença do Espírito Santo, continuador da obra de Jesus, humana e fraca nos seus membros, que somos todos nós. 


*Bispo da Administração Apostólica Pessoal São João Maria Vianney

NOTA SOBRE A TRANSFERÊNCIA DE DOM GILBERTO PASTANA

       Na última quarta-feira 18 de maio de 2016, o nosso regional nordeste V, foi impactado pela notícia da transferência de dom Gilberto Pastana de Oliveira, até então bispo da diocese de Imperatriz no Maranhão. Dom Gilberto foi transferido pelo santo padre o Papa Francisco, como Bispo coadjutor para a sé episcopal de Crato no Estado do Ceará, aceitando o pedido de um colaborador feito por Dom Fernando Panico, MSC, Bispo da referida diocese.

      Nascido em 1956, em Boim, na diocese de Santarém (PA), Dom Gilberto foi ordenado sacerdote em 1985. É mestre em teologia, com especialização em teologia espiritual. Desempenhou vários cargos como Vigário paroquial, Reitor de Seminário; Coordenador Diocesano de Pastoral; Diretor da emissora católica Rede Vida de Televisão, até ser nomeado Bispo por Bento XVI, em agosto de 2005, indo para a diocese de Imperatriz-MA.

     A data marcada para a apresentação canônica de Dom Gilberto Pastana na Diocese de Crato, será dia 17 de julho.

      A Diocese de Zé Doca, na pessoa de Dom João Kot - OMI Bispo diocesano, louva e bendiz a Deus pelo ministério de dom Gilberto Pastana na Diocese de Imperatriz e lhe deseja um feliz pastoreio na Diocese de Crato, no Cariri cearense.

terça-feira, 10 de maio de 2016

FELIZ ANIVERSÁRIO DOM JOÃO KOT,OMI


Neste dia tão especial de 10 de maio de 2016, rendemos incessantes graças a nosso Deus, pelo dom da vida de nosso reverendíssimo Bispo Dom João Kot, OMI. Que este dia seja repleto de muitas alegrias, que a Virgem Maria Mãe da Divina Misericórdia seja sua eterna intercessora. Que a cada dia possas renovar seu SIM a Deus, por meio de sua consagração religiosa e missão em nossas terras brasileiras e de modo especial na missão ao senhor confiada, de ser pastor e guia deste povo de Deus na diocese de Zé Doca, em ser para seu povo reflexo da misericórdia, e do Cristo ao qual fostes constituído ministro e servidor. Que Deus abençoe largamente sua vida e seu ministério episcopal. Parabéns Dom Jan Kot!

INSTITUIÇÃO AO MINISTÉRIO DE LEITOR




 No dia 25 de Abril de 2016, 5º Domingo da Páscoa, o seminário Maior Dom Guido Maria Casullo da Diocese de Zé doca, teve alegria de celebrar o Dia do Senhor numa ocasião muito especial, foram Instituídos Leitores os Seminaristas Emerson Adriano Mendes de Andrade, da Paróquia São Sebastião em Carutapera, e Luis Henrique Nina Baltazar, da Paróquia Nossa     Senhora da Conceição em Cândido Mendes, ambos cursando o 3º ano de Teologia.


O rito foi realizado através da oração e entrega do livro da Sagrada Escritura, na missa presidida por Dom João Kot OMI e concelebrada pelo Reitor do Seminário Maior, Pe. Agnaldo Costa Oliveira. Durante a homilia, o bispo destacou a importância da leitura e meditação da Palavra de Deus na vida dos seminaristas, através da liturgia da palavra e da Lectio Divina como caminhos de oração e encontro com Senhor.

Estiveram presentes os familiares e amigos dos seminaristas, assim como também, os representantes das Comunidades Santa Terezinha e Nossa senhora Aparecida, ambas da Paróquia São Cristovão onde os seminaristas fazem sua experiência pastoral missionária.

Ao final da celebração eucarística todos se confraternizaram participando do jantar oferecido pelo Seminário.


A Diocese de Doca se alegra imensamente por mais uma etapa da formação dos Seminaristas, e suplica ao bom Deus pela intercessão da Bem-Aventurada Virgem Maria pela perseverança de todos os que foram chamados e enviados á vinha do Senhor.